- FAAPA FR - http://www.faapa.info -

Resultados das autárquicas apontam para melhoria no equilíbrio dos géneros nos órgãos colegiais – CNE

Cidade da Praia, 09Dez (Inforpress) – Os resultados das eleições autárquicas de 25 de Outubro apontam para uma melhoria no equilíbrio de géneros nos órgãos colegiais no poder local em Cabo Verde, revelou hoje a Comissão Nacional de Eleições (CNE).
Segundo a presidente da CNE, Maria do Rosário Gonçalves, os dados apresentados apontam para um aumento de candidatos femininos nas listas na ordem dos 14 por cento (%) e aumento das mulheres eleitas na ordem de 14%.
No total integraram as listas concorrentes 2.612 cidadãos eleitores como efectivos e suplentes para a câmara e assembleia municipais, dos quais 1.423 eram do sexo masculino e 1.189 do sexo feminino.
A nível da câmara municipal foram eleitos 138 vereadores incluindo os presidentes, dos quais 82 do sexo masculino, representando 59,42%, e 56 do sexo feminino, representando 40,58%.
A nível dos presidentes das câmaras nenhuma mulher foi candidata e consequentemente não houve eleição de mulher presidente de câmara, mas em relação à presidência das assembleias municipais a maioria são mulheres.
Os dados da CNE apontam que houve a eleição de 342 eleitos municipais, dos quais 198 são do sexto masculino, equivalente a 57,89%, e 144 do sexo feminino, correspondente a 42,11$% dos eleitos.
“Regista-se uma melhoria no equilíbrio dos géneros nos órgãos colegiais no poder local de Cabo Verde, traduzido no aumento de candidatos feminino na lista na ordem de 14% e aumento de mulheres eleitas na ordem de 15%”, especificou Maria do Rosário Gonçalves
As autárquicas de 25 de Outubro foram as primeiras realizadas depois da aprovação pelo parlamento da lei da paridade, que impõe a obrigatoriedade das listas terem o mínimo de 40% de um dos sexos (40/60).
Segundo a presidente da CNE, ficou registado “o passo gigantesco” no objectivo do milénio da igualdade de género na participação política, inclusão e acessibilidade das eleições.
“Caminhados para as eleições legislativas de 2021, não como derrotados, mas sim reforçados e com confiança”, afirmou a presidente da CNE.
No total de 16 listas, sendo quatro propostas por partidos políticos e 12 independentes, conforme os dados da CNE, oito das listas respeitaram o limiar da paridade 60/40 para a câmaras e assembleia municipais, e oito listas não respeitaram num ou outro órgão.
No total concorreram às eleições autárquicas de 25 de Outubro 65 candidaturas, nos 22 municípios do País
A nível nacional estavam inscritos 336.642 eleitores dos quais 196.732 exerceram o seu direito de voto, correspondente a 61% dos inscritos. A abstenção ficou nos 39%.
Os resultados definitivos indicaram que o Movimento para a Democracia (MpD) venceu em 14 das 22 câmaras municipais, designadamente Ribeira Grande, Paul e Porto Novo, em Santo Antão, São Vicente Ribeira Brava e Tarrafal em São Nicolau, no Sal, Maio, Santa Catarina do Fogo, São Lourenço dos Órgãos, São Salvador do Mundo, Santa Catarina e São Miguel.
O Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) ganhou em oito das 22 câmaras municipais, designadamente Praia, Ribeira Grande de Santiago, São Domingos, Santa Cruz e Tarrafal na ilha de Santiago, São Filipe e Mosteiros na ilha do Fogo e Boa Vista.