ANP Niger : Le gouvernement se penche sur le phénomène de la mendicité dans le pays ANP Le Président de la République nomme un nouveau président de l’Autorité de lutte contre la corruption au Niger ANP Niger : Les épreuves écrites de la session 2021 du baccalauréat, prévues pour le 27 juillet, reportées au 4 août prochain ANP Le Niger se dote d’une stratégie nationale de couverture sanitaire universelle pour la période 2021-2030 ACAP Ouverture à Bangui des travaux de la Table-ronde du secteur forestier ACAP Les Magistrats recommandent l’engagement systématique des poursuites disciplinaires à l’encontre des juges indélicats ACAP Le gouvernement condamne les exactions perpétrées près de Bossangoa ACAP Le Ministre de la Justice s’entretient avec l’Ambassadeur de France en Centrafrique GNA Government to establish girls STEM SHS in Accra GNA Murdered Constable Emmanuel Osei laid to rest

ACRIDES recebe 340 mil dólares da Embaixada dos EUA para financiar projectos de apoio à criança


  20 Octobre      21        Société (34416),

   

Cidade da Praia, 20 Out (Inforpress) – A Associação de Crianças Desfavorecidas (ACRIDES), recebeu hoje um financiamento no valor de 340 mil dólares da Embaixada dos EUA, juntamente com o Governo, para a instalação da sala de escuta gravada nos tribunais para crianças vítimas de violência sexual.
Em declarações à Inforpress, a presidente da Acrides, Lourença Tavares disse que para além deste valor, a instituição recebeu também da ONG ECPAT, cerca de 152.555 euros para dois anos e meio de projecto no âmbito de prevenção e combate ao abuso e exploração sexual, um contributo que, sublinhou, “vai reforçar” os mecanismos de sistemas de proteção da criança.
Lourença Tavares, explicou, entretanto, que a ajuda dos EUA veio na qualidade de a Acrides ser beneficiária do programa de intercâmbios com direito a apresentação de projectos para financiamento, no âmbito do qual foi apresentado o projecto “Justiça amiga da criança”, levando em conta todos os casos de violação sexual da criança, a sentença final aplicada pela justiça aos agressores, é de “Termo de Identidade e Residência (TIR)”.
Na sala de escuta, explicou a responsável, a criança será ouvida uma única só vez, e para todo o decorrer do processo vai ser ouvida a gravação.
“A criança não irá ser colocada e ou exposta a repetir o que ela viveu, sendo que enquanto criança há coisas que elas esquecem, e é por isso que também que os resultados finais da justiça são indesejados”, lembrou Lourença Tavares, reforçando, contudo, que muitas outras coisas prejudicam o fiel resultado que almejam da justiça.
Para além da instalação da sala de escuta, o valor em apreço se destina também para capacitar magistrados e toda a equipa que trabalha com crianças vítimas de violação sexual, informou Tavares, sublinhando que este projecto não é da ACRIDES, mas sim da justiça cabo-verdiana.
Conforme informou ainda, a cooperação portuguesa financiou hoje também quatro novos computadores para Acrides.
A esse propósito, Lourença Tavares fez questão de ressalvar que essas acções são de uma “grande importância” para a associação, pois, se não houver parceiros que financiem os seus projectos e planos de acções “não é possível responder às necessidades do grupo alvo”.
Por isso, fez questão de realçar uma vez mais, que a cooperação portuguesa “abrilhantou” o dia da ACRIDES com esses instrumentos “únicos” e “essenciais” para a funcionalidade de todos os serviços da associação.
“Desde 2002, a cooperação portuguesa tem sido uma “grande parceira”, enfatizou Tavares, que aproveitou a oportunidade para agradecer todos os parceiros e a comunicação social, sublinhando, neste particular, que é por causa da imprensa que são reconhecidos e que têm conseguido chegar “tão longe”, ganhando “credibilidade” a nível nacional e sobretudo internacional.

Dans la même catégorie