GNA HUAWEI nova 7i: The Mobile Gamers’ Secret Weapon! GNA COVID-19: Calvary Baptist Church encourages members to vaccinate GNA Ho West DCE donates beds to health facilities GNA IWD: Celebrating women in COVID-19 ‘fight’ and development. GNA CCTH undertake clean- up exercise GNA Akim Oda MP unveils strategy for effective grassroots inclusion in development APS COVID-19 : 11 DÉCÈS, 236 PATIENTS GUÉRIS APS ALY SALEH DIOP RAPPELLE L’IMPORTANCE DES CULTURES FOURRAGÈRES APS LES BLACK SATELLITES DU GHANA REMPORTENT LA CAN U20 APS KAOLACK : LE KHALIFE DE MÉDINA BAYE LANCE UN APPEL AU CALME

Afrobasket’2021: Selecçao nacional viaja este domingo para Tunísia


  10 Février      9        Sport (5398),

   

Cidade da Praia, 10 Fev (Inforpress) – A selecção cabo-verdiana de basquetebol sénior masculino viaja domingo, 13, para a Tunísia, onde vai participar na última fase de preparação para a etapa final do torneio de qualificação para o Afrobasket’2021.
A informação foi avançada hoje pelo presidente da Federação Cabo-verdiana de Basquetebol (FCBB), Mário Correia, à margem da assinatura do protocolo de renovação da parceria com a Cabo Verde Telecom.
Mário Correia avançou que o grupo de basquetebolistas que actua no estrangeiro, principalmente na Europa, vai juntar-se à selecção na segunda-feira, 15, para preparar a participação na competição, que arranca no dia 17 de Fevereiro.
“Vão ter três dias para treinar e assimilar as novas estratégias do corpo técnico. Acho que é tempo suficiente para os jogadores estarem preparados e consequentemente conseguirmos a vitória que precisamos para estar no Afrobasket’2021”, notou.
Quanto à ausência de Ivan Almeida, que se lesionou na primeira etapa desta competição nos Camarões, o presidente da FCBB considerou que foi um “golpe duro”, mas que os outros jogadores estão “galvanizados” em conseguir uma boa prestação em Tunísia.
Na qualidade de antigo internacional cabo-verdiano, Mário Correia disse que tenta sempre transmitir aos atletas descontracção e foco no jogo, e “sem nenhuma pressão”.
“A mensagem que sempre passei é que têm que divertir estarem sempre focados no jogo e não na totalidade da competição porte cada partida tem uma história”, indicou o responsável máximo do basquetebol cabo-verdiano.
A selecção está confinada em sistema de bolha no pavilhão do Tarrafal de Santiago nos trabalhos da segunda e última fase de preparação para esta etapa final do torneio de qualificação.
Esta fase decisiva do torneio de qualificação do Grupo E para o Afrobasket Ruanda’2021 realiza-se de 17 a 21 do corrente em Monastir (Tunísia), país que também vai sediar o Grupo A (Tunísia, RD Congo, República Centro Africana e Madagáscar) e D(Nigéria, Sudão do Sul, Mali e Rwanda).
Os jogos dos Grupos B (Senegal, Angola, Quénia, Moçambique) e C (Costa do Marfim, Camarões, Guiné Equatorial e Guiné Conacri) serão disputados de 17 a 21 do corrente em Yaoundé (Camarões).

Dans la même catégorie