AIP Communiqué du Ministère de la Santé et de l’Hygiène Publique : Point de la situation de la COVID-19 au 20/09/2020 APS VINGT-SIX NOUVELLES INFECTIONS DE COVID-19 APS MACKY SALL SOULIGNE L’IMPORTANCE POUR LES PRODUCTEURS DE CONSTITUER DES COOPÉRATIVES AGRICOLES AIP Les membres du Rotory de Daloa et de Bouaflé à œuvrer pour le bien-être des populations malgré la pandémie de la Covid AIP Les leaders communautaires de Man sensibilisés sur la pratique de l’avortement thérapeutique AIP Cinquante tricycles remis aux femmes du Gôh, dans le cadre du programme social du gouvernement AIP Le plan national de gouvernance expliqué aux acteurs de la société civile de Daloa AIP Une campagne de sensibilisation sur la prévention des conflits électoraux lancée à Man AIP Une coordination des cadres du RHDP de Ferkessédougou installée AIP Le Conseil régional du N’zi offre des complets de pagne aux femmes de la région

Água: AdS com problema de distribuição na Praia e São Domingos devido à fraca produção da Electra


  31 Juillet      6        Société (22849),

   

Cidade da Praia, 31 Jul (Inforpress) – A empresa Águas de Santiago (AdS) enfrenta, há cerca de uma semana, problemas na distribuição de água nos municípios de Praia e São Domingos devido à fraca produção da Electra, entidade produtora e abastecedora desse líquido.
A afirmação é do presidente do conselho de administração, Olívio Ribeiro, em conversa telefónica com à Inforpress, onde confirmou que das três máquinas de dessalinização da Electra, uma está avariada, pelo que a AdS tem recebido cerca de 10 mil metros cúbicos de água para distribuir aos dois municípios.
“Estamos com menos de 10 mil metros cúbicos da água disponíveis para gerir para os dois municípios”, disse, apelando aos clientes dos dois concelhos a um uso racional da água e prometendo a normalização da situação na próxima semana.
A Inforpress numa ronda aos bairros, auscultou alguns clientes da AdS que se manifestaram insatisfeitos com a distribuição que vem sendo feita pela empresa, que tem disponibilizado apenas duas horas de água, em dias incertos, a uma população de cerca de 170 mil habitantes.
Em Achada Santo António, as pessoas criticam o Governo por estarem a passar por esta situação de penúria de água, num momento em que o país enfrenta uma pandemia, a covid-19, e a palavra e ordem é “lavar sempre as mãos e as roupas”.
“Como é possível estar a cumprir com este desígnio de prevenção quando não se tem, por mais de sete dias, água na torneira? Tenho poupado, mas para isso tenho deixado de lavar a roupa para poder responder ao asseio pessoal já que o calor é infernal”, disse Rita Mendonça.
Para José Silva, com o problema de desemprego e à espera do dinheiro do ‘lay-off’ fica difícil comprar água nos carros cisternas, quando a família está preocupada com o que comer no dia de amanhã.
“É muito vergonha que isso aconteça agora, em pleno época de calor e da covid-19. O Governo que tome medidas e que disponibilize financiamento à Electra para poder investir no sector”, acrescentou.
Já Alicia Santos, do bairro de Terra Branca, a situação está mesmo difícil, pelo que apela a quem de direito a resolver o problema e a investir mais nos sítios lá onde se faz necessário.
A falta de água na capital o país tem levado muitas famílias a procura do líquido precioso, saindo com bidões e baiões para encher através dos autotanques.
Face a esse problema e a informação da AdS de que a Electra vem disponibilizando a empresa menos de 10 metros cúbicos de água, a Electra, em comunicado, esclarece que vem fornecendo à AdS a quantidade nos limites contratualmente previstos, “não obstante os permanentes incumprimentos contratuais” desta para com a entidade produtora.
“Desde sábado, 25 de Julho, registou-se uma avaria numa das três unidades dessalinizadoras em Palmarejo, em que para a sua reparação foi necessária transferir, da ilha do Sal para a Cidade da Praia, uma bomba submersível, que chegou esta manhã, estando em curso todo o trabalho de preparação, montagem e operacionalização”, lê-se no comunicado.
A empresa de electricidade e água informa ainda que está a envidar todos os esforços para repor o funcionamento pleno do dessalinizador, o mais rapidamente possível.
A Electra Sul tem uma capacidade instalada de produção de água na ordem dos 15 mil metros cúbicos.

Dans la même catégorie