Inforpress Basquetebol: Selecção masculina sobe 26 posições no ranking da FIBA e está entre os 100 melhores do mundo Inforpress Ano Judicial: PR diz que “excessiva morosidade processual” é o “maior problema” do sector da Justiça AGP Labé : le projet HSD lance ses activités de formation des prestataires de santé AIP Les sociétés coopératives commercialisent trois fois plus de cacao que les traitants à Gagnoa en 2020-2021 (Conseil café-cacao) ANG ANG/Primeiro-ministro diz esperar aprovação do OGE/2022 ATOP LANCEMENT OFFICIEL DU PROJET DE RÉHABILITATION ET DE RENFORCEMENT DU SYSTÈME D’ADDUCTION D’EAU À SODO ATOP PLAN INTERNATIONAL TOGO ET SES PARTENAIRES ONT CELEBRE L’EVENEMENT A SOKO-TOMETY ATOP LE PDC DE SOTOUBOUA 1 VALIDE AIP ACF lance le projet Act-Femmes à Ferkessédougou AIP Interview/ Pdt Huawei Afrique de l’Ouest : « Nous avons misé sur les talents locaux au Bénin »

Andebol/Mundial 2021: PR considera “fundamental” criar condições para a selecção mostrar seu potencial


  30 Octobre      30        Sport (7146),

   

Cidade da Praia, 30 Out (Inforpress) – O Presidente da República considerou esta quinta-feira “fundamental” criar todas as condições para que a selecção sénior masculina de andebol tenha a possibilidade de mostrar o seu potencial desportivo no Mundial do Egipto’2021 que se realiza em Janeiro.
Jorge Carlos Fonseca deixou estas recomendações depois de inteirar-se do plano de preparação do combinado crioulo para a sua inédita participação de uma modalidade colectiva no mundial, já que recebeu nesta manhã uma delegação constituída pelo ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire, e pelos presidentes do Instituto do Desporto e da Juventude, Frederic Mbassa e da Federação de Andebol, Nelson Martins.
O mais alto magistrado da Nação referiu como um “feito muito importante” para Cabo Verde a qualificação para o Mundial e exortou um “grande movimento nacional à volta da selecção”, convicto que o campeonato do mundo possa servir de projecção e visibilidade aos atletas e ao país.
“É muito relevante para um país como Cabo Verde”, realçou Jorge Carlos Fonseca, que prometeu dar todo o seu apoio moral e engajamento que for necessário para que país possa ter a maior prestação.
Neste capítulo, vincou a promessa de acompanhar mais de perto a preparação deste evento e recomendou a todos a acarinhar os atletas, técnico e responsáveis, à semelhança do que foi feito aquando da qualificação da selecção de futebol para o Campeonato Africano das Nações (CAN).
O Presidente da República asseverou ser muito importante que todos os cabo-verdianos, nas ilhas e no estrangeiro, possam estar unidos à volta do combinado crioulo que, pela primeira vez vai estar num campeonato do mundo.
“É uma forma de nós divulgarmos mais e popularizarmos mais numa modalidade como o andebol que em Cabo Verde já teve momentos bons”, explicitou o chefe de Estado recordando nomes de grandes andebolistas de outrora, ao mesmo tempo que ressaltou o facto da modalidade crescer-se nos últimos 10 anos no País.
A selecção de Cabo Verde de andebol masculina vai estrear-se em Janeiro no Mundial de 2021 no Grupo A, constituído ainda pelas equipas nacionais da Alemanha, da Hungria e do Uruguai.
O combinado crioulo afigura-se como uma das 32 selecções apuradas para o maior evento do andebol do mundo e é uma das sete selecções que representa o continente africano.

Dans la même catégorie