AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Africa Santé Expo 2021, du 20 au 21 mai à Abidjan AIP Point de la situation de la COVID-19 au 21/01/2021 AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Signature d’un partenariat entre le centre Jubilée de Korhogo et un organisme allemand pour la prise en charge des malades mentaux AIP Côte d’Ivoire-AIP/ La mine d’or d’Ity mène plusieurs actions au bénéfice des populations de Zouan-Hounien APS LIGUE 1 : TEUNGUETH FC ET JARAAF, LES FAVORIS AU TITRE, SELON BADARA SARR MAP Bénin : 56 millions $ de l’UE pour la riposte anti-covid-19 MAP Gabon : Campagne nationale de sensibilisation sur les effets néfastes du tabagisme MAP Côte d’Ivoire : Retard de livraison des vaccins Pfizer GNA COVID-19: Seven new cases recorded in 24 hours in Hohoe GNA Senior Staff of Ghanaian Universities begin indefinite strike

Angola deverá cortar 261 mil barris de petróleo por dia


  6 Décembre      23        Politique (14318),

   

Luanda,06 de Dezembro (ANGOP) – Angola deverá fixar, em 2021, o nível da produção de petróleo em um milhão e 267 mil barris por dia(mb/d), reduzindo 261 mil barris diário, indica uma tabela de ajustes da OPEP, anexa às decisões da reunião realizada a 3 de Dezembro, em Viena, Áustria.

De acordo com a tabela, a redução de 261 mil b/d deverá incidir sobre uma produção de referência do país, calculada em um milhão e 528 mil barris por dia.

Se a produção do país crescer não pode ultrapassar este máximo (1,528mb/d), assim como os cortes (261mb/d).

Com os cortes previstos para 2021, a produção mundial de petróleo deverá cifrar-se em 36,653 milhões de barris por dia, com uma redução de 7,200 milhões por dia.

Sem cortes, a produção mundial prevista para o ano que se avizinha está calculada em 43,853 mb/d.

A expectativa da OPEP e seus parceiros não-OPEP é que a demanda global de petróleo contraia em 9,8 milhões de barris por dia (mb/d) em 2020, antes de se recuperar em 5,9 mb/d em 2021.

Para assegurar a implementação das deliberações da conferência de 3 Dezembro, OPEP e não-OPEP concordaram em realizar reuniões mensais, a partir de Janeiro de 2021, para avaliar as condições de mercado e decidir sobre novos ajustes de produção.

Estas decisões saídas da 180° reunião de ministros da OPEP e não-OPEP, realizada a 3 de Dezembro deste ano, visam manter a estabilidade do preço do barril do crude no mercado internacional.

Dans la même catégorie