GNA KK Fosu to celebrate 25 years in music with concert APS Moundiaye Cissé : “3 Cap Santé travaille à la démocratisation de la santé” APS Ziguinchor : après la baisse de la tension, des habitants prient pour la paix APS A Diourbel, les autorités misent sur une synergie d’actions pour lutter contre les déchets plastiques Infopress Cabo Verde vai ao Campeonato de África de Boxe nos Camarões com “olhos no pódio” AGP Gabon : Amélioration des infrastructures et compétitivité de l’économie APS Émeutes : 20 organisations de la société civile invitent Macky Sall et Ousmane Sonko à un « dialogue direct » MAP Le Maroc réitère son engagement à soutenir l’AIEA dans la promotion de l’énergie nucléaire pacifique en Afrique AGP Gabon : La foire égyptienne fait son retour à Port-Gentil AGP Gabon : Fin du périple du Haut-commissariat de la République dans le Woleu-Ntem

Angola promove acesso à informação nos meios digitais


  4 Novembre      55        Science (531), Technologie (882),

 

Luanda, 04 de Novembro (ANGOP) – O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, afirmou, esta quinta-feira, em Luanda, que Angola vai continuar a promover o acesso à informação nos meios digitais, no sentido de se adequar às mudanças tecnológicas.
Segundo o ministro, que falava à imprensa à margem do Fórum de Ministros das TIC da África Austral, que decorreu num formato virtual, essa aposta vai continuar a marcar a liberdade de imprensa como baliza, não só nos modelos tradicionais, mas também nos meios digitais.

Manuel Homem avançou que, para a media que se pretende, há a necessidade de se continuar a massificar o acesso à Internet no território nacional.

Adiantou que várias acções têm sido desenvolvidas, nomeadamente programas de inclusão digital, programa de massificação e acesso à internet e às tecnologias de informação.

Por outro lado, Manuel Homem acrescentou também que o país conta com mais de seis milhões de utilizadores de Internet e mais de 14 milhões de utilizadores de telefonia móvel.

Em relação ao Fórum de Ministros das TIC da África Austral, Manuel Homem referiu que o programa incluiu abordagem de várias matérias, com destaque para a importância da media livre, independente e pluralista como chave para os actuais tempos, a importância do acesso à informação, o trabalho em curso pela UNESCO e o Ministério das TIC da Namíbia.

“Estão a ser abordados temas convergentes sobre as TIC, voltada essencialmente para a liberdade de imprensa nos meios digitais”, referiu.

Essa abordagem, avança o ministro, tem também a necessidade de assegurar que a informação nas plataformas digitais ocorra dentro dos marcos das leis e nos princípios estabelecidos.

Participaram no evento em forma digital os ministros de Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social de África.

Dans la même catégorie