ACI Reconnaitre les droits des femmes au même titre que ceux des hommes ACI Bientôt la création d’un conseil consultatif féminin AGP Humanitaire : EPC-Guinée offre 15 motos tricycles au Gouvernorat de la RA de Boké AGP Koundara : tenue des travaux de la première session du CIS 2017 AGP Un éthiopien candidat au poste de directeur général de l’OMS MAP Entretiens en tête-à-tête entre SM le Roi Mohammed VI et le Souverain Hachémite de Jordanie ACP La ressource en eau du bassin du Congo en dégradation poussée, selon la CICOS GNA Consumers in Central Region Owe GWCL GH¢57.5M ATOP Mise en œuvre de la phase des réparations des victimes des violences politiques de 1958 a 2005 au Togo : le HCRRUN met à contribution les professionnels des médias GNA Focus priority attention on mental health care

Angola propôs reformas para transformar


  20 Mars      2        Photos (11760), Politique (11577),

   

Bissau, 20 Mar 17 (ANG) – Angola propôs, em Dakar, Senegal, a promoção de programas tendentes ao incentivo e melhoria das condições de vida das populações em África.

A proposta foi feita pelo secretário de Estado da Educação, Narciso Benedito, no âmbito da trienal 2017 de Educação e Formação em África, realizada durante quatro dias na cidade senegalesa de Dakar.

Narciso Benedito apontou a promoção da boa governação para o êxito das reformas.

« Se as reformas não estão a dar os resultados que esperamos, é chegado o momento de mudar de estratégia, de reformar para transformar », afirmou, indicando que o procedimento seguinte deve consistir em reconstruir e não revitalizar os processos em curso para melhoria do sistema de educação em África.

Para o progresso e desenvolvimento que se pretende, alertou para a garantia da efectivação da cooperação sul-sul, mediante o reforço das temáticas prioritárias dos sistemas educativos em curso.

O estabelecimento de um sistema educativo flexível e completo que agilize o desenvolvimento das sociedades deve ser a prioridade, apontou Narciso Benedito, reforçando que os governos devem estabelecer metas e priorizar o financiamento da educação nos seus programas. A formação dos formadores (professores) também deve ser reforçada, como forma de acompanhamento do sistema evolutivo que se pretende.

« As reformas em curso devem ser acompanhadas do reforço da formação e capacitação dos professores para melhor potenciá-los », realçou.

O secretário de Estado fez referência aos vários aspectos abordados durante a trienal, afirmando que estão identificados os problemas de que enferma o sector em África, pelo que a sua resolução passa pela qualidade e competência dos professores. Co-organizado pelo Governo do Senegal, a União Africana e a Associação de Desenvolvimento da Educação, esta edição da trienal teve como tema central « Revitalizar a Educação com vista ao alcance da agenda continental 2063 e da agenda global 2030 ».

O evento juntou decisores e fazedores de políticas de educação e formação, e parceiros de cooperação para o desenvolvimento.

ANG/JA

Dans la même catégorie


[sam id="2" name="pub pight 1" codes="true"]