MAP Beach soccer:  » Mon objectif, c’est de qualifier le Maroc à la Coupe du Monde 2024  » (sélectionneur) MAP Rabat : Cérémonie en l’honneur des pugilistes marocains sacrés au championnat d’Afrique Elite et au championnat arabe Juniors GNA Ghana trains Rwandan FDA on WHO Benchmarking Tool GNA More people queue for power at Legon ECG sub-station GNA Stakeholders laud VRA for sustainable growth, impressive operational performance GNA Ghana grateful to UK for funding research into Non-Communicable Diseases GNA Mental Health Week launched in Tamale GNA Problem-solving based education curriculum is crucial for sustainable national economic growth GNA Africa’s mineral wealth remains key driver of its transformation- Ambassador Muchanga AIP Côte d’Ivoire-AIP/Des jeunes entrepreneurs formés à la digitalisation de leurs activités

Antigos presidentes da Cruz Vermelha de Cabo Verde contestam novas políticas seguidas na organização


  23 Octobre      34        Politique (20893),

   

Cidade da Praia, 23 Out (Inforpress) – Os antigos presidentes da Cruz Vermelha de Cabo Verde (CVCV), solicitaram quinta-feira uma audiência com o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, na qualidade de presidente honorário dessa organização, para “contestarem” as novas políticas seguidas na instituição.
Os antigos presidentes da CVCV, Dario Dantas dos Reis, Eloisa Borges e Mário Moreira, numa abordagem em relação à gestão dos recursos financeiros da instituição, contestam a situação, apontando, a título de exemplo, pagamentos de subsídios honorários e ordenados a oito colaboradores que, conforme dizem, deveriam prestar um trabalho de voluntariado à Cruz Vermelha.
Segundo o porta-voz do grupo, Dario Dantas dos Reis, têm dado conta de “vários” factos que têm estado a passar na Cruz Vermelha, pelo que acham que estão a dar um rumo “não desejável à sociedade nacional”, referindo-se, concretamente, a uma reorientação de recursos financeiros a qual considera um “desperdício”, como é o caso do pagamento de pessoas que se diziam voluntárias e agora estão a receber retribuição financeira, subsídios, honorários e ordenados.
Dario Dantas dos Reis asseverou ainda, que a gestão da actual presidência “fere” os princípios do Crescente Vermelho, salientado que fere “fundamentalmente” o princípio do voluntariado.

Dans la même catégorie