APS TOUTES LES PERSONNES AYANT COMMIS DES ACTES DE VANDALISME SERONT TRADUITES EN JUSTICE (MINISTRE) AIP Vers une collaboration entre la FAO et l’UNESCO en vue de réaliser les ODD en Côte d’Ivoire (Communiqué) AMI Ouverture du congrès constitutif de l’Union des anciens ministres de Mauritanie AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Plus 33.000 soldats pour sécuriser les élections législatives (CEMGA) AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Législatives 2021: La CEI Bouaflé déploie ses agents électoraux AIP Après la Côte d’Ivoire et le Ghana, la Guinée procède au lancement de la vaccination de masse contre la COVID-19 AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Le financement privé de la recherche publique au centre de la rentrée solennelle 2021 du CSRS AIP Côte d’Ivoire-AIP/Inter/ La Cour suprême rejette le recours de l’opposant ghanéen John Mahama AIP Côte d’Ivoire-AIP/International/ RSF dénonce une série d’atteintes à la liberté de la presse au Sénégal (Communiqué) AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Législatives 2021 : Divo ne doit plus se transformer en champ de batailles à l’occasion des élections (Wanep-CI)

BANCO MUNDIAL APOIA ELECTRIFICAÇÃO DE ANGOLA COM USD 250 MILHÕES


  22 Février      12        Economie (11256),

   

Luanda, 22 de Fevereiro (ANGOP) – O Banco Mundial (BM) aprovou um financiamento de 250 milhões de dólares para melhorar o desempenho operacional das empresas do sector eléctrico e aumentar o acesso à electricidade em cidades seleccionadas de Angola.

O custo total do projecto é de USD 417 milhões, financiado com o empréstimo de 250 milhões de dólares, do Banco Mundial, e um crédito de USD 167 milhões da “Agence Française de Développement”, refere um documento da instituição de Bretton Woods, chegado nesta segunda-feira, 22, à ANGOP.

O Projecto de Melhoria e Acesso ao Sector Eléctrico vai financiar investimentos de electrificação nas províncias de Luanda, Benguela, Huíla e Huambo, realizando 196 mil 500 novas ligações domiciliares, para beneficiar cerca de um milhão de pessoas e 93 mil 857 postes de iluminação pública.

Segundo o documento, o projecto terá como foco a expansão do acesso à electricidade e melhoria da arrecadação de receitas, melhoria dos serviços de energia e da capacidade da PRODEL (Empresa Pública de Produção de Electricidade) e fortalecimento da gestão sustentável das centrais térmicas.

O projecto visa ainda aumentar o desempenho comercial da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE), bem como financiar a RNT (Rede Nacional de Transporte) para intervenções direccionadas de melhoria e optimização do fornecimento de energia eléctrica e gestão global da rede nacional de transporte.

Além disso, o Projecto também financiará medidas imediatas para aumentar a capacidade operacional, comercial e técnica das três empresas públicas de energia, resultando em melhorias significativas nos serviços de electricidade.

“O investimento em infra-estruturas, especialmente em energia, é fundamental para o desenvolvimento económico ”, disse Jean-Christophe, Director do Banco Mundial para Angola, citado na nota.

O acesso de qualidade aos serviços de electricidade terá um efeito de arrasto em muitos outros sectores, incluindo agronegócio, saúde, educação, apenas para citar alguns, adianta o responsável.

A capacidade de geração de energia hídrica em Angola desenvolveu-se em um ritmo acelerado com a capacidade de geração instalada nacional quadruplicando em apenas uma década, mas o transporte, a distribuição e a recuperação de custos permanecem muito desafiadores, salienta.

Pelo menos 40 por cento dos angolanos têm acesso à energia eléctrica, com serviços inadequados, causando impacto na pobreza, produtividade e disparidades regionais, pelo que o projecto visa endereçar as acções mais críticas necessárias para ajudar a expandir o acesso à electricidade.

Melhorar o desempenho operacional e comercial das empresas e, em última instância, aumentar sua credibilidade, é outro dos propósitos do projecto que contribuirá ainda para reduzir a pobreza extrema, melhorar a resiliência das comunidades aos impactos decorrentes da Covid-19 e aumentar a prosperidade compartilhada.

Dans la même catégorie