AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Le préfet de région appelle à des élections apaisées à Ayamé APS CAN U20 : LE GHANA ÉLIMINE LE CAMEROUN AUX TIRS AU BUT APS KAFFRINE : LE GOUVERNEUR SE FAIT VACCINER ET ÉCARTE TOUT RISQUE AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Renforcement des capacités de médiation pour des législatives sans incidents dans le Dengulélé AIP Côte d’Ivoire-AIP/Le CNDH sensibilise les populations de Man, Logoualé et Zouan-Hounien pour des législatives apaisées AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Lancement à Bondoukou des travaux d’aménagement de la zone agro-industrielle de transformation de l’anacarde GNA Satellites advance to semi-finals of CAF Under-20 AFCON GNA Dr Awal pledges to accelerate Marine Drive Project GNA Traditional/religious leaders discuss ECOWAS Vision 2050 GNA AfCFTA will create more employment opportunities in pharmaceutical industry

Banco Mundial financia com 10 milhões de dólares o projecto de inclusão social em Cabo Verde


  26 Janvier      21        Economie (11184), Société (29215),

   

Cidade da Praia, 26 Jan (Inforpress) – O vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, anunciou terça-feira que o Banco Mundial acaba de aprovar um crédito adicional de 10 milhões de dólares a Cabo Verde para financiamento do Projecto de Inclusão Social.
De acordo com uma publicação na página do facebook do vice-primeiro, este crédito adicional vai beneficiar mais 18 mil famílias com Rendimento Social de Inclusão (no valor mensal de 5.500 escudos por família).
O governante frisou que este mecanismo de Rendimento Social de Inclusão foi recentemente atribuído a cerca de 4.500 famílias, sendo que devido à situação emergencial provocada pelo covid-19, foi alargado para mais cerca de 5.500 famílias.
“Com este reforço, vai-se beneficiar mais 18 mil famílias – com isso, abrangendo um universo de cerca de 28 mil famílias”, realçou Olavo Correia.
De acordo com o vice-primeiro ministro e ministro das Finanças, “o Governo tem feito esforços consideráveis” para amortecer os choques provocados por esta crise, actuando sobretudo com foco nas pessoas e no seu bem-estar.
Afiançou, por fim, que a pobreza no país tem um cunho consideravelmente feminino, pelo que com mais este projecto, “o Executivo está confiante” que se estará a fazer mais um “importante trabalho em salvaguarda dos mais necessitados”.
Cabo Verde vive uma crise económica provocada pela pandemia, com o sector do turismo, que garante 25 por cento (%) do PIB, parado desde Março, com perdas que podem chegar aos 70% na procura turística e uma taxa de desemprego estimada que duplicou em 2020, para cerca de 20%.

Dans la même catégorie