ACP Dixinn/BEPC: 762 admis dont 371 filles pour la session 2020 AGP Labé/Présidentielle : Formation des membres de distribution des cartes d’électeurs AGP Gabon: Le représentant résident de la JICA reçu par le ministre du Pétrole AGP Gabon: Le pays obtient la certification RSPO pour la production d’huile de Palme ANGOP Covid-19: Angola regista 59 novas infecções AIP Côte d’Ivoire-AIP/ 600 kits sanitaires offerts à 100 écoles du Haut Sassandra AIP Côte d’Ivoire-AIP/la vaccination contre la poliomyélite lancée à Daloa GNA Government urged to prioritise domestic revenue mobilisation GNA Low turnout at exhibition centres in Ho GNA Nkwanta North experiences slow start of voter exhibition exercise

Boa Vista: Associação de jovens com projecto de distribuição de refeição quente durante seis meses


  24 Août      5        Société (22802),

   

Praia, 24 Ago (Inforpress) – A associação Grupo Jovens Solidários da Boa Vista tem em curso um projecto para distribuição de refeições quentes durante seis meses, para os que se encontram em situação “difícil”, devido à paralisação do turismo recorrente da pandemia.
Segundo o presidente da associação Lamine Rush, a ideia surgiu durante a pandemia, sendo que a ilha depende do sector turístico que está paralisado, pelo que, de momento, ainda “há centenas de famílias desempregadas e a passar por situações difíceis”.
Assim sendo, continuou este líder, o projecto que tem meta temporária até Fevereiro de 2021, vai levar refeições quentes cinco vezes por semana, sendo três no bairro Boa Esperança – duas vezes para idosos e uma vez para crianças, e ainda duas refeições no centro da cidade de Sal Rei.
Lamine explicou que apostam numa alimentação saudável com menu para a escolha das crianças, e os idosos assim como nos almoços têm opção de escolha nas refeições a serem acompanhadas de música ao vivo, e ainda psicóloga para falar sobre os problemas que atingem o mundo nomeadamente a covid-19.
“Trata-se de um projecto com algum custo, mas para cada mês procuramos um financiador, patrocinador ou um parceiro”, disse Lamine Rash que adiantou que tiveram a garantia do mês de Agosto graças ao patrocínio de uma empresa holandesa, que cobriu as despesas.
Por isso, para isso Lamine Rash garantiu que estão a correr atrás de mais financiamento para garantir a sustentabilidade do projecto até Fevereiro de 2021.
A nível nacional, o mesmo acrescentou que outras contribuições chegam das associações ambientalistas da ilha, Elisabete, a Casa Solita, Lanchonete Bom Gosto que cedeu o espaço para servir os lanches e jantares, e ainda Câmara Municipal da Boa Vista que cedeu o espaço do Centro de Dia para Idosos.
A mesma fonte informou que no primeiro dia deram 250 crianças pequeno-almoço, e no segundo dia 415. Isto, explicou que fez com que a meta antes estipulada em distribuir cerca de 300 pratos por dia, teve que ser adaptada à procura.
Entretanto a associação adiantou que vão reduzir esta campanha no início do ano lectivo, tendo em conta ao horário escolar dos mais novos, a saber somente aos finais de semana, mantendo, entretanto, o mesmo programa para os adultos.
Lamine Rash pede para que as pessoas acreditem no projecto dos 19 membros da AGJSBV e demais outros voluntários, que os congratula e parabeniza por aderirem a esta e outras causas, solidárias desde o início da pandemia.
“Quero que as pessoas acreditem no que queremos fazer, e que nos ajudem a encontrar outras pessoas a credenciar o desafio deste auxilio solidário, porque vivemos de ajudas”, sugeriu Lamine Rash observando que por agora estão a dar continuidade ao projecto mais na base do bater porta-a-porta.

Dans la même catégorie