APS LES COURS EN PRÉSENTIEL SUSPENDUS DANS LES UNIVERSITÉS POUR UNE SEMAINE AIP Législatives 2021: Le candidat RHDP félicite celui du PDCI-RDA à Daoukro AIP Législatives 2021: Le RHDP gagne trois sièges sur quatre à Aboisso et à Tiapoum ANP L’édition 2021 de la Journée Internationale de la Femme célébrée autour du « Leadership féminin dans un contexte de COVID-19 ANP Situation sociopolitique au Sénégal : La Commission de la CEDEAO appelle toutes les parties prenantes au calme et à la retenue ANP Violences post-électorales au Niger : La coalition « Bazoum 2021 » appelle à la préservation de la quiétude sociale APS LE COVID-19 DOIT AMENER A REPENSER LA PLACE DE LA FEMME, SELON UNE SPÉCIALISTE DU GENRE APS LA GENDARMERIE MET EN GARDE CONTRE LE PILLAGE DE SES CASERNES APS LES IBADOU RAHMANE LANCENT UN APPEL À LA RETENUE APS ALIOUNE BADARA CISSÉ À MACKY SALL : ‘’C’EST VOTRE VOIX QUE LE PEUPLE VEUT ENTENDRE’’

Boa Vista: Autoridades confirmam suspeita de peste suína africana na ilha


  23 Février      14        Santé (9593),

   

Sal Rei, 23 Fev (Inforpress) – As autoridades sanitárias e a edilidade local confirmaram segunda-feira a suspeita da presença de peste suína africana na ilha da Boa Vista, detectada em explorações suinícolas localizadas na zona industrial da cidade de Sal-Rei.
Esta informação foi avançada na página da Câmara Municipal da Boa Vista onde consta que a edilidade local a Delegação do Ministério da Agricultura e Ambiente, na Boa Vista, a Polícia Nacional e a Delegacia de Saúde confirmam que se detectaram casos positivos à presença de anticorpos da peste suína africana (PSA) em sete das 31 amostras enviadas ao laboratório veterinário da Direcção de Serviço da Pecuária (DSP).
A Câmara Municipal da Boa Vista confirma ainda que “a presença, suspeita da peste suína africana foi detectada em explorações suinícolas localizadas na zona industrial da cidade de Sal-Rei, mais conhecida por pocilga”.
Por isso, informam que as “autoridades sanitárias e policiais vão reforçar a vigilância às seguintes situações, que se encontram totalmente proibidas, nesta fase, entre eles, o abate de suínos sem a devida autorização, a circulação de suínos dentro da ilha e a circulação de suínos, seus produtos e derivados da Boa Vista para as outras ilhas.
Entretanto avançam ainda que “será dada continuidade, no terreno, à implementação de um conjunto de medidas sanitárias pelas autoridades locais (Câmara Municipal da Boa Vista, Delegação do Ministério da Agricultura e Ambiente, Delegacia de Saúde e Polícia Nacional) em prol da defesa da saúde pública”.
As autoridades locais aproveitaram também “para apelar à colaboração de todos os munícipes no sentido de não adquirirem e nem consumirem carne de porco sem o certificado de salubridade emitido pela autoridade veterinária local e, em circunstância alguma, consumirem carne de porco de origem duvidosa”.
Recorde-se que o surto de morte de porcos foi noticiado em meados de Dezembro, na mesma localidade, informação avançada pelos criadores locais, na zona de criação mais conhecida por pocilga. Ainda nesta mesma altura constatava-se venda de carne de porco a um baixo preço do mercado.
Nesta mesma altura esta informação foi também confirmada pelas autoridades sanitárias e locais que deram início a uma campanha de sensibilização desencadeada pela câmara municipal da ilha que, juntamente com um veterinário da delegação da MAA e enfermeiros do Centro de Saúde conversaram com os criadores presentes nas pocilgas, para lhes alertar sobre a morte repentina destes animais e do perigo que representa a venda da sua carne para a saúde pública.

Dans la même catégorie