AIP Après la Côte d’Ivoire et le Ghana, la Guinée procède au lancement de la vaccination de masse contre la COVID-19 AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Le financement privé de la recherche publique au centre de la rentrée solennelle 2021 du CSRS AIP Côte d’Ivoire-AIP/Inter/ La Cour suprême rejette le recours de l’opposant ghanéen John Mahama AIP Côte d’Ivoire-AIP/International/ RSF dénonce une série d’atteintes à la liberté de la presse au Sénégal (Communiqué) AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Législatives 2021 : Divo ne doit plus se transformer en champ de batailles à l’occasion des élections (Wanep-CI) AIP Côte d’Ivoire-AIP/Législatives 2021: déploiement des agents électoraux et du matériel MAP Violences au Sénégal : Quatre morts selon le ministre de l’intérieur qui dénonce des actes de « grand banditisme » ACAP Variation des prix en détails entre décembre 2020 et février 2021 ACAP Pr. Slim Khalbous présente les défis de la transition numérique en Afrique centrale et la région des Grands lacs ACAP Don de matériels roulants au département de l’Action humanitaire

Brasil quer dar “atenção especial” ao reforço da cooperação económica com Cabo Verde


  10 Février      16        Economie (11256),

   

Cidade da Praia, 10 Fev (Inforpress) – O novo embaixador do Brasil em Cabo Verde, Colbert Pinto Júnior, prometeu trabalhar com “empenho” e “dedicação” visando o desenvolvimento das relações de cooperação entre os dois países em todas as vertentes, com destaque para a área económica.
O diplomata fez essas promessas durante a sua intervenção na cerimónia de entrega das cartas Credenciais, ao Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, esta terça-feira, na Cidade da Praia.
No seu discurso, Colbert Soares Pinto Júnior destacou os laços históricos e de cooperação iniciados em 1975, entre os dois países, salientando que ao longo de mais de quatro décadas de interação frequentes, foi possível identificar e materializar tanto na esfera oficial quanto na informal, áreas de cooperação e convívio que têm constituído terreno fértil para o estreitamento dos laços fraternos de amizade e respeito.
Segundo o embaixador, o Brasil reconhece e aplaude o bem-sucedido empenho de Cabo Verde para a construção de instituições verdadeiramente democráticas, destacando neste sentido, a estabilidade política e a crescente prosperidade sócio-económica do arquipélago.
Destacou as preocupações comuns entre Cabo Verde e Brasil no que se refere à segurança no atlântico sul, tema esse que, lembrou, tem motivado a revitalização das relações de cooperação no atlântico sul, tendo recordado as acções levadas a cabo para o reforço da segurança militar.
No que se refere às actividades de cooperação técnica realizadas, prosseguiu, Cabo Verde está entre os principais parceiros do Brasil, ressaltando no âmbito da parceria na implementação de projectos, o Banco de Leite Humano, cuja primeira fase foi concluída na Cidade da Praia e a segunda será implementada em São Vicente.

Colbert Pinto Júnior, apontou, por outro lado, a cooperação educacional como área importante pelos resultados alcançados, referindo que através dos convénios bilaterais em vigor nos últimos 20 anos, mais de três mil alunos cabo-verdianos realizaram estudos universitários nas instituições de ensino superior brasileiras.
“Na esfera da cultura, temos muito em comum sobretudo quando se trata da cultura popular e as suas variadas formas de expressão. As afinidades e singularidades são evidentes nas várias áreas culturais”, acrescentou, destacando a importância do vínculo linguístico que une os dois países.
O diplomata afirmou ainda que o Brasil quer dar “atenção especial” ao reforço da cooperação nas áreas comercial e empresarial, com Cabo Verde, realçando que são áreas capazes de gerar benefícios para os dois países, e que a cooperação será retomada após a normalização da situação causada pela pandemia de covid-19.
“Nessa conjuntura, a embaixada do Brasil segue atenta e trabalhando dentro das normas sanitárias vigentes para dar andamento na medida do possível aos temas da nossa agenda bilateral. Da minha parte, desejo assegurar o meu empenho e dedicação em prol da relação entre o Brasil e Cabo Verde, em todas as suas vertentes, na promoção e desenvolvimento das relações de cooperação de amizade entre os nossos governos e nossos povos”, concluiu. Colbert Soares Pinto Júnior é formado em História e Diplomacia tendo já trabalhado nas embaixadas brasileiras em Roma (Itália) e Caracas (Venezuela), bem como no consulado-geral em Montreal (Canadá).
Em 2010 foi nomeado cônsul-geral em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, e cinco anos mais tarde assumiu o cargo de chefe de Gabinete da Subsecretaria-Geral de Cooperação, Cultura e Promoção Comercial do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, tendo sido também embaixador do Brasil em Lusaca, Zâmbia em 2017.

Dans la même catégorie