AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Les services des eaux et forêts en campagne contre les feux de brousse dans le Poro AIP Côte d’Ivoire-AIP/Inter/ Football: Le Maroc abritera la CAN féminine 2022 AGP Guinée-Politique : Démission officielle du Gouvernement de Dr Ibrahima Kassory Fofana ANGOP MUNDIAL|ANDEBOL: ANGOLA PERDE DIANTE DO QATAR NA ESTREIA GNA Speaker Bagbin condemns unruly parliamentary behaviour APS SÉDHIOU : 42 KILOS DE CHANVRE INDIEN SAISIS À BALMADOU (POLICE) GNA WACCE to empower women against violent extremism GNA NGO supports flood victims in the Upper East Region GNA FDA declares zero tolerance for unregistered products GNA High Court remands man who stabs 19-year-old to death

Brava: Clientes do BCA pedem melhores condições de atendimento e “acesso” à gerência do balcão da ilha


  30 Décembre      10        Société (27311),

   

Nova Sintra, 30 Dez (Inforpress) – Os clientes da agência do Banco Comercial do Atlântico (BCA), na Brava, reclamam do tempo de espera para o atendimento e a dificuldade em ter acesso à gerente, pedindo “melhores condições” neste sector.

José Monteiro, cliente da agência, falou à imprensa como porta-voz de um grupo de clientes presentes no local e realçou que, desde segunda-feira, 28, tentou agendar uma audiência com a gerente e mesmo com a marcação e desmarcação de diferentes horários foi indicado que regressasse hoje, terça-feira.

Segundo a mesma fonte, conforme combinado, regressou logo às 8:50, mas não foi atendido e depois foi informado que a gerente não atendia ninguém mais.

“Como é possível, numa instituição deste tipo, a responsável não atender os clientes no horário marcado e depois de marcar e remarcar avisa que não vai atender mais ninguém, sabendo que ainda nem eram 10 horas da manhã”, questionou o cliente.

O mesmo mostrou-se indignado com a situação que “há mais de mês” os clientes do BCA têm vindo a enfrentar, relativamente ao tempo de espera para o atendimento, acrescentando que hoje, por volta das 10:00, havia cliente com o número 4 e ainda não tinha sido atendido.

O cliente evidenciou ainda que querem uma solução e uma resposta porque a ilha não pode continuar nesta situação.

“Além disso, desde o passado mês de Novembro, solicitei um cartão VISA e até hoje quando pergunto dão sempre a mesma resposta: ainda não veio”, disse o cliente.

Ante esta situação, a Inforpress tentou contactar a gerente do BCA, mas não foi possível ter nenhuma reacção sobre esta situação.

MC/JMV

Dans la même catégorie