AIP Bilan approuvé des 10 années d’exercice de l’ONG Charité Vie à San Pedro AIP Aboisso, capitale du rire pour quelques heures avec Bonjour 2022 MAP Le variant Omicron pourrait rapprocher la fin de la pandémie en Europe (OMS) MAP Football : L’Afrique du Sud affrontera la France en mars dans un match amical (Entraineur) MAP CAN-2021 (8ès): Séance d’entraînement des Lions avec le retour de Bounou, Fajr et Hakimi toujours absents MAP Elections locales: un vote dans un « environnement pacifique », malgré certains retards à l’ouverture des bureaux (Observateurs) MAP Guterres a appelé toutes les parties, l’Algérie en tête, à assumer leur responsabilité pour mettre fin au conflit artificiel autour du Sahara marocain (politologue) APS AUCUN CAS DE COVID-19 DANS LA TANIÈRE (FSF) APS FACE À LA GUINÉE, LES GAMBIENS VONT JOUER LE MATCH DE LEUR VIE (ENTRAÎNEUR) GNA Minerals Commission stops Maxam Ghana Limited from operating

Cabo Verde-Autarquias/MpD perde câmara da Praia para PAICV


  26 Octobre      64        Politique (20027),

   

Bissau, 26 Out 20 (ANG) – O MpD perdeu a liderança em cinco das 18 câmaras que detinha nas eleições municipais de domingo em Cabo Verde, incluindo a capital Praia, que passou para as mãos do PAICV, partido que aumentou de duas para oito câmaras.

Com os resultados provisórios divulgados ao longo da noite pela Comissão Nacional de Eleições (CNE) de Cabo Verde e pelas proclamações de vitória por parte dos candidatos até ao momento, o Movimento para a Democracia (MpD) continua a ser o principal partido autárquico, mas passou de 18 para 14 câmaras municipais, enquanto o Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) subiu de duas para oito câmaras municipais, igualmente com candidatos próprios.

Os dois partidos (MpD lidera o governo cabo-verdiano e PAICV a oposição no parlamento) voltam assim a ter a mesma relação de forças no poder autárquico anterior às eleições municipais de 2016.

Segundo dados oficiais com 96,8% das 1.346 mesas de voto apuradas, estas oitavas eleições municipais em Cabo Verde registaram uma taxa de abstenção de 41,6%.

Além da Praia, capital do país — cuja derrota foi assumida pelo actual autarca, Óscar Santos -, o MpD perdeu para o PAICV, nestas eleições, as câmaras municipais de São Filipe (ilha do Fogo), Tarrafal, São Domingos e Ribeira Grande (Santiago), tendo conquistado a de Ribeira Brava (São Nicolau), que desde as eleições de 2016 era liderada por independentes.

O MpD manteve ainda as câmaras do Sal, Maio, Brava, São Vicente (perdendo a maioria), Tarrafal (São Nicolau), Porto Novo, Paul e Ribeira Grande (Santo Antão), Santa Catarina (perdendo a maioria), São Salvador do Mundo, São Lourenço dos Órgãos e São Miguel (Santiago).

O PAICV, além de manter as duas câmaras municipais que já detinha, em Santa Cruz (Santiago) e Mosteiros (Fogo), e de conquistar cinco ao MpD, também venceu a câmara da Boa Vista (embora com maioria na assembleia municipal do MpD), que antes estava nas mãos do independente José Luís Santos, que nestas eleições liderou a lista do MpD, tendo sido derrotado

Dans la même catégorie