GNA Covid-19, more people queue to vaccinate in New Juaben North GNA Government cannot renege on its responsibility – Tema East MP GNA Ayorkor Botchwey calls for strengthening of Ghana-São Tomé and Príncipe relation GNA Give financial institutions confidence to lend to private sector– Dalex GNA AfCFTA/China sign MoU on establishing Expert Group on Economic Cooperation APS ATELIER DE RESTITUTION SUR LA RÉFORME DES TEXTES RELATIFS À LA DÉCLARATION DE PATRIMOINE, MARDI APS MOLY KANE REMPORTE LE POULAIN D’OR DE LA 27E ÉDITION DU FESPACO APS MACKY SALL PLAIDE POUR UN FONDS AFRICAIN DE PROMOTION DU CINÉMA APS COVID-19 : UN DÉCÈS ET 2 NOUVEAUX CAS APS CANCER DU COL DE L’UTÉRUS ET DU SEIN : 217 FEMMES DÉPISTÉES À TOUBA

Cabo Verde e Portugal assinam acordo para formação jurídica e judiciária dos PALOP


  23 Février      39        Politique (19142),

   

Cidade da Praia, 23 Fev (Inforpress) – A ministra da Justiça e do Trabalho de Cabo Verde, Janine Lélis, e a sua homóloga de Portugal, Francisca Van Dunem, assinam segunda-feira um acordo para apoiar na formação jurídica e judiciária dos Países de Língua Oficial Portuguesa.
Segundo uma nota de imprensa, esta cerimónia que acontece ‘online’, e em que Janine Lélis estará na qualidade de presidente em exercício da Conferência de Ministros da Justiça dos Países de Língua Oficial Portuguesa (CMJPLOP), visa rubricar os acordos de delegação relativos à Plataforma de Formação e Cooperação desenvolvida no âmbito do Projecto de Apoio à Consolidação do Estado de Direito nos PALOP e Timor-Leste (PACED).
A plataforma web de cariz colaborativo entre organismos de justiça dos PALOP e Timor-Leste, coordenada pelos respectivos Ministérios da Justiça, tem por objectivo, segundo a mesma nota, facilitar o intercâmbio e a criação de redes de comunicação, numa dupla valência de formação e cooperação.
Conforme explicou, o desenvolvimento pedagógico e didáctico da Plataforma será assegurado pelo Centro de Estudos Judiciários do Ministério da Justiça da República Portuguesa (CEJ), cabendo ao Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça, IP (IGFEJ, IP), garantir o alojamento e a manutenção tecnológica da Plataforma, durante 10 anos.
No âmbito da formação, precisou, a plataforma vai colocar em rede as entidades responsáveis pela Formação Jurídica e Judiciária dos Países de Língua Oficial Portuguesa, e Escolas de Formação Jurídica e Judiciária, nos casos de Angola, Guiné-Bissau, Moçambique e Timor-Leste.
“No caso de Cabo Verde e de São Tomé e Príncipe, países que não têm um centro de formação, esta ligação é feita através dos respectivos Ministérios da Justiça”, lê-se na mesma missiva.
O Projecto de Apoio à Consolidação do Estado de Direito nos PALOP e Timor-Leste (PACED) tem um orçamento global de 8,4 milhões de euros (7 milhões financiados pela União Europeia ao abrigo do 10.º Fundo Europeu de Desenvolvimento e 1,4 milhões de euros pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I. P.), dos quais 8,05 milhões de euros administrados directamente pelo Camões, I. P.
Este projecto, com duração até Dezembro de 2021, visa contribuir para a afirmação e consolidação do Estado de Direito nos PALOP e em Timor-Leste, através da melhoria da capacidade destes Estados em prevenir e lutar eficazmente contra a corrupção, o branqueamento de capitais e o crime organizado, especialmente o tráfico de estupefacientes.

Dans la même catégorie