MAP Revue de la presse quotidienne internationale africaine (RPQI-Afrique) AIP Lancement des activités d’une ONG pour la promotion de la vie saine AIP Don de kits scolaires et de médicaments à des élèves d’Aboisso AIP Des populations sensibilisées à l’utilisation des contraceptifs AIP Le RHDP offre du matériel roulant pour renforcer la mobilité de la coordination régionale du N’zi AIP Visite d’État: Le ministre de l’Hydraulique inaugure le château d’ eau de Zorofla AIP La cohésion sociale et la sensibilisation contre le COVID 19 au centre du Festival « Adayé Kessiè » à Tabagne AIP Une unité de transformation de manioc construite bientôt à Grand-Morié AIP Dix-sept véhicules neufs pour les transporteurs de Divo AIP La jeunesse et la chefferie traditionnelle du Gontougo en mission pour une élection présidentielle apaisée

Câmara da Praia disponibiliza terrenos em Alto da Glória e Achada Mato para o programa “Praia Habitar” 


  7 Août      14        Société (23137),

   

Cidade da Praia, 07 Ago (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal da Praia considerou o programa “Praia habitar” como um novo “paradigma” de habitação social a ser posto em prática a partir de hoje nos bairros de Alto Glória e Achada Mato a custos mínimos.
Óscar Santos fez essas considerações em declarações à imprensa, no acto da apresentação do programa, tendo avançado que “Praia Habitar” é um novo programa de habitação social que a autarquia da Praia quer disponibilizar à população de baixa renda.
“Para implementar este programa, a câmara municipal na assembleia de Junho deliberou sobre cedência de terreno, as pessoas que estão inscritas no Cadastro Social Único, com dimensão mínima de 120 metros quadrados para construção de habitação”, disse.
Segundo aquele autarca, para além de terreno, a câmara municipal fará cedência de projectos de estabilidade, de rede de esgoto, electricidade e de arquitectura, assim como disponibilização de uma licença para o período de um ano.
Óscar Santos, que com este programa estabelece habitação social como prioridade para o seu mandato, acrescentou que “Praia Habitar” é um modelo de unidade unifamiliar que comporta focos T1, T2 e T3 sujeitos a ampliação na horizontal ou vertical, isso dependendo da evolução de condições económicas das famílias.
“O custo médio de cada um dos focos ronda entre os 800 a 1.500 contos, um valor muito abaixo daquilo que foi a construção de Casa para Todos e que situa nos 3.500 contos. O projecto modelo prevê as primeiras construções no Alto da Glória e Achada Mato”, indicou.
No bairro Alto da Glória, onde o loteamento já está pronto, o presidente da autarquia da Praia garantiu que serão disponibilizados loteamentos para construção de 460 habitações.
Na próxima semana, sobretudo, para os moradores da Jamaica, afirmou, serão disponibilizados projectos, licença e contratos para num prazo de três anos iniciar a construção.
Promete ainda que poderá ser alargado o âmbito deste programa para pessoas que residem, em barracas, em outros bairros.
Para cumprir com o programa, enfatizou que a câmara municipal teve que criar um Fundo, num montante de 50 mil contos, que será gerido por organizações não governamentais para poderem assim resolver o problema de pessoas de baixa renda.
O fundo que pode contar com apoio do Governo ou organizações internacionais, explicou, vai ser disponibilizado ao público alvo com uma taxa de juro à volta de 2 a 3%.
Para implementação do projecto com o qual a câmara pensa vir dar resposta à população de renda baixa, combater o assentamento informal e promover ordenamento mais planejado da cidade da Praia será disponibilizado em Achada Mato 120 lotes e 340 em Alto da Glória.
Óscar Santos informou, ainda que outros bairros, com défice quantitativo, podem vir a beneficiar deste projecto.

Dans la même catégorie