GNA Babolat Doubles Open slated for September 21 GNA StarTimes debuts Europa League broadcast with 12 matches ACP Proposition d’un budget de 38 millions USD pour le fonctionnement du Corps de protection des parcs nationaux et des aires apparentées ACP La situation sécuritaire au Kasaï Central stable, selon Denis Kambayi ACP Une plate-forme proche du FCC salue l’implication du gouvernement dans la riposte contre Ebola à Beni GNA Idris Elba to host The Best FIFA Football Awards GNa StarTimes acquires exclusive broadcasting rights for UEFA Europa League GNA Ghana’s Ashong to face Decastro for PBC Commonwealth Title Inforpress Cidade da Praia: Vala de água a céu aberto preocupa moradores e transeuntes no bairro da Várzea Inforpress Conselho Superior da Magistratura Judicial congratula-se com redução da pendência nos tribunais

Cap vert: SITTHUR exige da administração da TACV o pagamento das pensões dos trabalhadores que aderiram ao processo da pré-reforma


  12 Septembre      11        Emploi (607), Photos (19110), Société (42784),

   

Cidade da Praia, 12 Set (Inforpress) – O SITTHUR quer que a administração da TACV garanta o pagamento das pensões dos trabalhadores que aderiram ao processo de pré-reforma, uma vez que o Governo garantiu que a empresa será privatizada até ao final do ano.

Em declarações à Inforpress, o secretário permanente do Sindicato dos Transportes, Telecomunicações Hotelaria e Turismo (SITTHUR), Carlos Lopes adiantou que o acordo entre a Direcção Geral do Tesouro, o Instituto Nacional de Previdência Social (INPS) e a administração da TACV, anunciado em Dezembro do ano passado, ainda não foi assinado.

Segundo explicou, o acordo visa dar garantias quanto ao pagamento das pensões de reforma futuras dos trabalhadores, do processo de pré-reforma, e vai transferir a gestão das mesmas para o INPS.

Tendo em conta que o Governo anunciou que o processo de privatização da Cabo Verde Airlines “ficará concluído” até ao final do ano, o sindicalista avançou que há uma “incerteza muito grande” no seio dos trabalhadores, uma vez que não há garantias sobre as respectivas pensões e que, a par dessa situação, as pensões são pagas com “sucessivos atrasos”.

Explicou que em relação aos outros programas de reforma antecipada, o INPS tem recebido das empresas os valores correspondentes aos descontos quer dos trabalhadores quer dos empregadores até a data que o trabalhador atingir a idade da reforma oficial, que é 60 para mulheres e 65 para homens.

AV/ZS

Inforpress/Fim

Dans la même catégorie