MAP Le Maroc siège dans trois instances de l’Union parlementaire des États membres de l’OCI MAP La Côte d’Ivoire perd 7% de son PIB chaque année du fait des accidents de la circulation (ministre) APS SENEGAL-LITTERATURE-GENRE / “Mauvaise Pente’’, un roman fruit du vécu de son auteure, Aminata Seck MAP Le Burkina renforce les mesures de sécurité face aux risques d’attaques terroristes MAP Le CCG salue l’Initiative Africaine Atlantique de SM le Roi ANP Niger: Malgré l’augmentation du prix du gasoil, celui de l’électricité reste inchangé MAP Kenya: 5 terroristes tués par la police près de la frontière somalienne MAP Grande Corne de l’Afrique: plus de 58 millions de personnes confrontées à l’insécurité alimentaire APS SENEGAL-CUBA-DIPLOMATIE / Lancement à Dakar des célébrations du 50e anniversaire des relations sénégalo-cubaines APS SENEGAL-JEUNESSE-INFRASTRUCTURES / Diourbel : la maison de la jeunesse sera réceptionnée “dans deux mois” (ministre)

Chave Móvel Digital regista 210 activações com biometria em cinco meses de funcionamento


  27 Novembre      39        Technologie (993),

 

Cidade da Praia, 27 Nov (Inforpress) – A Chave Móvel Digital (CMD) lançada em Cabo Verde a 3 de Junho registou, em cinco meses de funcionamento, 210 activações com biometria através da aplicação móvel “Autentika”.
Em declarações à Inforpress, o director nacional da Modernização do Estado, João Cruz, avançou que do total da activação do CMD, 199 foram feitas em Cabo Verde e 11 em Portugal.
João Cruz destacou ainda que o processo permitiu também, a nível presencial, uma activação de 147 pessoas, sendo que 129 foram realizadas na Praia, nove em São Vicente, seis na Embaixada de Cabo Verde em Portugal e 63 activados através do Self Service.
A CMDCV, segundo explicou, é um meio de autenticação e assinatura digital certificado pelo Estado cabo-verdiano, suportada pela plataforma electrónicaAutentika, disponível no sítio da internet autentika.gov.cv, na qual serão tramitados todos os procedimentos subjacentes à obtenção deste mecanismo alternativo e voluntário de autenticação dos cidadãos.
É um mecanismo de simplificação administrativa criado pelo Decreto-Legislativo n.º 5/2020, de 21 de Julho, que permite aos cidadãos interagirem com os serviços da Administração Pública, de forma segura e confiável, facilitando a solicitação de serviços públicos por via digital.
O serviço é composto por uma palavra-chave permanente (PIN), escolhida e alterável pelo cidadão, bem como, por um código numérico de utilização única e temporária por cada autenticação, e permite ao cidadão titular da CMDCV aceder a vários serviços digitais nos portais públicos e assinar documentos com um único login.

Dans la même catégorie