COTE D'IVOIRE Côte d’Ivoire-AIP/ Covid 19 : les populations d’Agnibilekrou instruites sur les missions régaliennes de la police Missions régaliennes police AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Covid 19 : le nombre de personnes infectées en Côte d’Ivoire passe à 245 AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Covid-19 : le port du masque doit être obligatoire sur Abidjan (DG Santé) APS COVID-19 : L’ÉTAT D’URGENCE PROROGÉ DE TRENTE JOURS AU SÉNÉGAL (OFFICIEL) APS COVID-19 : A DIOURBEL LES POPULATIONS APPELÉES À RESPECTER DES MESURES D’HYGIÈNE ANGOP COVID-19: Angola regista mais dois casos positivos ANGOP COVID-19: Embaixada angolana em França enaltece feitos de Padre Kapiñgala APS A LA PROMENADE DES THIESSOIS, LE COVID-19 A CHASSÉ LA CLIENTÈLE DU 4 AVRIL AIP Côte d’Ivoire-AIP/ COVID-19 : des cadres de Béoumi apportent leur soutien à hauteur de deux millions de FCFA AIP Côte d’Ivoire-AIP/Covid-19 : Appel au civisme pour éviter la propagation de l’épidémie hors de la ville d’Abidjan

Comunicação Social : Comités sindicais dos Órgãos Públicos exigem reposição imediata do complemento salarial


  30 Octobre      39        Emploi (200), Société (16923),

   

Bisaau,30 Out 18 (ANG) – Os Comités Sindicais dos trabalhadores dos Órgãos de Comunicação Social Públicos, nomeadamente da Agência de Notícias da Guiné (ANG), do Jornal Nô Pintcha, da Radio Difusão Nacional (RDN), e da Televisão da Guiné-Bissau (TGB) exigem o Governo a reposição imediata do subsídio (complemento salarial), aos funcionários até o final do corrente mês.

Em nota informativa distribuída segunda-feira à imprensa, os Sindicatos de Base dos quatro órgãos de comunicação social públicos, exigem ainda o cumprimento do Memorando de Entendimento assinado com o Governo no dia 13 de agosto, o mais tardar até o final do mês de outubro em curso, bem como a restituição imediata dos descontos de subsídios feitos aos grevistas no mês de agosto.

Os comités sindicais dos quatro órgãos públicos declararam na nota que, caso o Governo não atendesse as suas exigências dentro de três dias, os órgãos públicos vão passar, a partir do dia 1 de novembro, a funcionar tal como a Função Pública em geral funciona, ou seja trabalhar das 08h00 às 14h00.

O complemento salarial cuja reposição é exigida foi abolido no quadro de reajuste salarial em vigor a partir do mês em curso, e servia de salário para a maioria dos funcionários de diferentes órgãos, ainda não efetivada na Função Pública. ANG/ÂC//SG

Dans la même catégorie