GNA Central Region NCCE to step up education on COVID-19 vaccination GNA Five women in coastal Volta acquire alternative livelihood skills GNA ‘Sweating while working out is not fat-burning’ GNA CSIR builds journalists’ capacity to promote science reporting GNA Principal calls for completion of projects ACP 121 nouveaux cas confirmés de Covid-19 enregistrés samedi en RDC ACP Participation du ministre des Finances Sele Yalaghuli à la réunion du G20 des Finances ACP Le SYECO et le SYNECAT appellent le premier ministre à résoudre les problèmes liés à la gratuité de l’enseignement ACP Appel au Premier ministre à plus de rigueur dans le choix des membres du gouvernement ACP Relance des échanges commerciaux entre l’Afrique du Sud et la RDC

Comunicação Social/ PR promete usar sua influência junto do governo para solucionar problemas “emergentes” nos órgãos público de informação


  19 Janvier      24        Société (29277),

   

Bissau, 19 Jan 21 (ANG)- O Presidente Umaro Sissoco Embaló prometeu hoje usar a sua influência junto do governo para resolver a situação do pessoal não efetivo dos órgãos público de comunicação social, e para melhorar o salário dos profissionais dos mesmos.
A revelação foi feita pelo porta-voz dos sindicatos de base dos trabalhadores dos quatro órgãos públicos de comunicação social do país, nomeadamente a Agência de Notícia da Guiné (ANG), o “Jornal Nô Pintcha”, a Rádio difusão Nacional (RDN) e Televisão da Guiné Bissau (TGB), Domingos Tiago, à saída de uma audiência com o Presidente da República.
“O nosso encontro com Umaro Sissoco Embaló é para lhe pedir ajuda no sentido de usar a sua influência para a resolução dos nossos problemas e para lhe agradecer pela iniciativa de apresentar o problema de efetivação dos não efetivos dos órgãos públicos da comunicação social numa das reuniões de Conselho de Ministros do ano findo”, explicou Domingos Tiago.

O Porta-voz disse que informaram ao Chefe de Estado de que nos órgãos de Comunicação Social, existem funcionários que recebem 30.000 francos cfa (trinta mil), 50.000cfa (cinquenta mil) e 60.000 (sessenta mil cfa), valores que diz não serem suficientes para resolver nem a metade dos “problemas de uma pessoa”.

Referiu igualmente que existem pessoas que estão a dar os seus esforços nestes órgãos público de comunicação Social guineense há mais de cinco e que não são efetivados até ao momento.

Segundo o Diretor-geral da ANG, Salvador Gomes, a Secretaria de Estado da Comunicação Social através de uma Comissão Independente criada para o efeito vai, dentro em breve, realizar um concurso para a efetivação de 100 trabalhadores, entre jornalistas, técnicos e pessoal administrativo, afectos aos referidos quatro órgãos de Comunicação Social público.

Dans la même catégorie