GNA Media practitioners sensitised on antimicrobial resistance GNA HeForShe Campaign launched in Western Region to promote women’s rise GNA Akorabo taxi drivers threaten “Demo” for bad roads GNA ‘Oti women for NPP’ receive support from Party’s Vice Chairman MAP Laâyoune et Dakhla, ces nouveaux eldorados diplomatiques AIP Présidentielle 2020: Les populations de Oumé exhortées à rester sourdes à l’appel au boycott du scrutin AIP Les producteurs de la filière anacarde du Tchologo sensibilisés sur la mise en place d’une l’interprofession AIP Plus de 2500 tables-bancs remis aux écoles de la commune de Boundiali GNA Adaklu MP to elevate okada business in next NDC government GNA Klottey Korle youth groups reaffirm support for Zanetor

Comunicação social/ “Radiodifusão Nacional terá brevemente nova Antena em Gabu”, garante o DG da estação pública


  30 Septembre      25        Médias (1457),

   

Bissau, 30 Set 20 (ANG) – O Director-geral da Rádio Difusão Nacional (RDN) disse que brevemente o centro de retransmissão da cidade de Gabu, leste do país, passará a funcionar como  “antena 2” desta emissora nacional devido a aquisição de três  novos estúdios, duas com capacidade de 3 mil  e uma de mil kwts respectivamente.

Em entrevista exclusiva hoje  à ANG, Mama Saliu Sané explicou que as três emissoras foram financiadas pelo governo da Guiné-Bissau num custo de 28 milhões de francos CFA.

“A emissora central de Bissau que emite em 104.0, com 3 mil kwts  dará uma cobertura completa a zona sul do país até a República da Guiné-Conacri, enquanto a do Centro Emissor de Nhacra cobrirá também com a mesma capacidade a zona norte do país”, revelou.

Aquele responsável   afirmou que a RDN quase não existia devido a fraca capacidade de cobertura do país, explicando que, o Emissor de Bissau na frequêncian de 104.0 mhz não consegue atingir as zonas periféricas da capital.

“A capacidade do Centro Emissor de Nhacra tinha caído de 6.500 para 25 kw e agora com a chegada dos novos emissores a sua potencia irá aumentar cobrindo toda a zona norte do país”, disse o DG da RDN.

Sané garantiu que, num curto espaço de tempo, a RDN terá materiais de estúdios de última geração.

“A cerimónia da entrega das três emissoras devia ter lugar esta quarta-feira mas foi adiada para a próxima sexta-feira devido a visita do Presidente do Níger ao país e a reunião Conselho de Ministros”, disse.

Mama Saliu Sane referiu  que  há mais de 40a anos que  o governo guineense não fez nenhuma contribuição ou investimento  deste tipo na RDN.

Disse que, a “Antena 2” da RDN que será introduzida na cidade de Gabú, passará a trabalhar em cadeia com a “Antena 1”, da capital Bissau nos noticiários, em grandes debates e entrevistas, alguns programas, e que de resto terá a sua programação interna  e publicidades para adquirir algo em termos comerciais.

Em relação as perspectivas, Mama Saliu Sané anunciou que a sua direção vai reativar as relações já existentes, para formação e capacitação dos quadros técnicos com parceiros nomeadamente a RTP, RDP  em Portugal, RFI em França  e RTS do Senegal.

 Anunciou a criação de um novo Gabinete de Relações Exteriores e de Estratégia para a cooperação Sul/Sul, adiantando  que, com a República Popular da China pretende assegurar formação de longa duração, para  especializações, tanto para jornalistas como para técnicos.

Sane revelou ainda que têm igualmente em carteira a criação de uma correspondência com a SPACE TV, uma estação privada que opera no domínio da Rádio e Televisão na Guiné-Conacri, para envio de  jovens  técnicos para formação.

Dans la même catégorie