AIP COVID-19: Des acteurs du milieu éducatif outillés à la lutte contre la pandémie AIP Des associations féminines sensibilisées aux droits de la femme à Bondoukou AIP Des parents d’élèves du N’zi invités à prendre en main les cantines scolaires AIP Les nouveaux élèves de 6è et 2nde instruits sur les structures du Lycée municipal de Sikensi AIP Les contrôleurs budgétaires de l’Administration renforcent leurs connaissances sur le nouveau Code des marchés publics AIP 24 jeunes issus de l’immigration clandestine reçoivent des kits pour leur autonomisation AIP La Poste ivoirienne se rapproche des populations pour mieux les satisfaire AIP Kigali abrite le 18ème Sommet sur le Genre AIP Décès de Diégo Maradona : des acteurs du football à Séguéla saluent la mémoire d’une ‘’légende’’ GNA Pennsylvania certifies election results for Biden

Concurso de dança “Top 10” é o novo desafio online do grupo “Killatempo”


  20 Novembre      8        Arts & Cultures (1296),

   

Cidade da Praia, 20 Nov. (Inforpress) – A produtora Killatempo, formada por cabo-verdianos residentes na Suíça, lançou desafios online para promover talentos e reforçar laços artísticos em várias vertentes da dança em Cabo Verde.

Conforme avançou a organização, trata-se de uma iniciativa desenvolvida há algum tempo como forma de estabelecer uma ligação artística entre a Suíça e Cabo Verde, desenvolvendo competições e criar conteúdos online de cariz social.

“Inicialmente o objectivo da nossa equipa era organizar um número significativo de pessoas para podermos trabalhar e formar uma base forte com diferentes entidades da música, somente agora foi possível com a criação da página “Cri All Stars” onde conseguimos fazer este tipo de concurso”, frisou o co-fundador do grupo em Cabo Verde, Gilberto Fernandes.

A disputa, que iniciou em finais de Outubro e decorre até 27 deste mês , contou com a participação de competidores de diferentes ilhas do arquipélago. Pretende-se seleccionar dez candidatos que concorrem para a obtenção de uma coluna portátil.

“Trata-se de um prémio significativo, como forma de incentivar os dançarinos nesta fase de pandemia a continuar a fazer seus ensaios e projectarem mais a sua carreira principalmente nas redes sociais já que estamos numa fase de reinventar”, frisou.

Ainda, futuramente a produtora pretende “transformar-se” numa associação comunitária que ajuda artistas locais e promove acções sociais.

SA/ZS

Inforpress/Fim

Dans la même catégorie