MAP Bulletin de l’écologie de l’Afrique MAP Bulletin quotidien d’informations économiques africaines MAP Revue de la presse quotidienne internationale africaine (RPQI-Afrique) MAP Bulletin écologique de l’Afrique australe ATOP COVID-19 : « UNE FORTE CONCENTRATION DE CAS POSITIFS DANS DES QUARTIERS DU GRAND LOME CES DERNIERS JOURS » ATOP VERS UNE TRANSITION AGROECOLOGIQUE : DES ACTEURS IMPLIQUES EN CONCERTATION A LOME ATOP ASSEMBLÉE NATIONALE : LES DÉPUTÉS ONT RENDU HOMMAGE A FEU OUATTARA FAMBARE NATCHABA ATOP PRIMATURE : PLUSIEURS PERSONNALITÉS CHEZ LE PREMIER MINISTRE AIP Présidentielle 2020: Les locaux de la CEI saccagés à N’zecresessou AIP Présidentielle 2020 : Abdourahmane Cissé appelle les populations de Port-Bouët à retirer les cartes d’électeurs

Covid-19: Governo são-tomense decidiu reabrir todos os serviços da função pública


  1 Juin      45        Evénements (455),

   

São-Tomé, 01 Jun 2020 ( STP-Press ) – O Governo são-tomense reabriu hoje todos os serviços da função pública que se encontravam encerrados no âmbito de prevenção a contaminação ao coronavírus [ a Covid-19 ], tal como anunciou domingo, o porta-voz do executivo, Adelino Lucas, Secretário de Estado para comunicação Social.

Num comunicado lido a imprensa, Adelino Lucas disse que o executivo decidiu pela “ reabertura de todos os serviços da função pública que se encontravam encerrados, ainda em horário único das 7:30 às 13 h, com funcionários em regime de trabalho intercalado”.

O governo decidiu também que confinamento geral obrigatório de toda a população passa a ser das 18:30 à 5 h com exceção dos profissionais da saúde, da defesa e ordem interna, comunicação social, os titulares da soberania, membros do governo, funcionários essências das missões diplomáticas, trabalhadores por turno e os casos de emergência devidamente justificados.

Além da autorização para funcionamento do comércio geral, das empresas da prestação de serviços, das empresas de construção civil, dos bancos comerciais, restaurantes em take away, com o horário único de funcionamento compreendido entre as 7:00h as 15h com exceção das farmácias, postos de combustíveis e padarias passam a praticar o horário das 6h à 17h.

Tendo anunciado as medidas que foram decretadas nos noutros períodos de Estado de Emergência continuam ainda em vigor, o porta-voz do governo citou a obrigatoriedade do uso de máscara, norma de distanciamento bem como a continuidade da proibição dos bares, discotecas, aulas públicas e privadas, cultos religiosos e voos inter-lhas salvo os de cariz humanitário.

“ Estas medidas serão regulamentadas por decreto-lei e entrarão em vigor no dia 1 de Junho de 2020”, explicou Adelino Lucas, anunciando a existência de um consenso com Presidente da República para a prorrogação do Estado de Emergência até ao dia 15 de Junho.

Dans la même catégorie