MAP L’ambassadeur Hilale saisit le SG de l’ONU et le CS sur les violations des droits de l’Homme dans les camps de Tindouf MAP Conférence de l’Institut américain «Brookings»: M. Bourita met en avant les réformes audacieuses du Maroc sous l’impulsion de SM le Roi MAP L’initiative noble de SM le Roi d’aider les pays africains en temps de pandémie, un modèle de solidarité intra-africaine (ministre kényane des AE) MAP Jusqu’à 500 millions de DH pour l’aménagement de Harhoura, une destination touristique prisée MAP Hilale démystifie auprès du SG de l’ONU et du CS la campagne hystérique de l’Algérie et du « polisario » sur la situation au Sahara MAP M. Amara plaide pour une mise en œuvre optimale du chantier de l’éducation routière MAP Rencontre à Oujda sur le droit d’accès à l’information APS LE GOUVERNEMENT INVITÉ À HÂTER LA CONCRÉTISATION D’UN PROJET DE POLYCLINIQUE DE DERNIÈRE GÉNÉRATION APS MACKY SALL VA SE FAIRE VACCINER, JEUDI (MÉDIA) APS VACCINATION : MACKY SALL PRÔNE UN ’’PLAIDOYER SOUTENU’’ ET UNE ’’MOBILISATION COMMUNAUTAIRE’’

Covid-19: IGAE regista 21 autos noticiados de crimes de especulação e fraude no período pandémico


  5 Février      19        Santé (9370), Securité (1887),

   

Cidade da Praia, 05 Fev (Inforpress) – A Inspecção-Geral das Actividades Económicas (IGAE) registou 21 autos noticiados de crimes de especulação e fraude sobre mercadorias e açambarcamento neste período pandémico provocado pela covid-19, que resultou no encerramento de uma indústria ilegal de álcool gel.
Os dados foram apresentados quinta-feira pelo inspector-geral das Actividades Económicas, Paulo Monteiro, durante a sua intervenção na VI Reunião do Fórum das Inspeções Económicas e de Segurança Alimentar dos Países de Língua Oficial Portuguesa (FISAAE) e Assembleia Geral do FISAAE, sob o tema “Experiências durante o período pandémico: medidas sanitárias, acções inspectivas, desafios e oportunidades”.
Segundo Paulo Monteiro, com a pandemia a IGAE levou a cabo acções de sensibilização e, de seguida, acções de controle e fiscalização do cumprimento das medidas de segurança sanitária, pelo que, no âmbito das suas atribuições, a instituição integrou várias subcomissões criadas pelo Governo no sentido de dar respostas face à situação pandémica no País.
Assim sendo, integrando a subcomissão três, responsável pela segurança alimentar, na vertente dos extremos açambarcamento e especulação, a IGAE levou a cabo várias acções de investigação e averiguação resultante das denúncias e reclamações relacionadas com o aumento de preços dos bens alimentares e não alimentares, escassez de bens essenciais, suspeitas de falsificação de produtos de desinfecção e de protecção individual, álcool gel e máscaras.
Dos quais, apontou o inspector-geral, resultaram em 56 acções de fiscalização com maior incidência nas ilhas do Sal, São Vicente e Santiago, tendo indicado que a IGAE registou nestas acções 21 autos noticiados de crimes de especulação, fraude sobre mercadorias e açambarcamento que foram encaminhados ao Ministério Público e posterior encerramento de uma indústria ilegal de produção de álcool gel.
Relativamente às acções de fiscalização de urnas enquadradas de acompanhamento de fiscalização das medidas de segurança sanitária, a instituição registou 35 encerramento de estabelecimentos e 973 acções de atribuições de selo de conformidade sanitária em todo o território nacional.
De igual modo, indicou Paulo Monteiro, foram realizadas operações nocturnas, visando o acompanhamento e o cumprimento das medidas sanitárias, o controle dos horários de funcionamento e consumo de bebidas alcoólicas na via pública suportada pela lei 51/ XIX de 2019 que regula o processo de comercialização, venda e consumo de bebidas alcoólicas.
Destas acções realizadas foram encerrados 45 estabelecimentos por fornecimento ilegal e pelo incumprimento do horário de funcionamento, incumprimento das medidas sanitárias e ainda foram detidas 222 pessoas para identificação pelo consumo de bebidas alcoólicas na via pública.
A VI reunião do FISAAE decorre hoje e sexta-feira, de forma virtual, e tem o objectivo de promover a aproximação entre as instituições e países-membros do FISAAE, reforçando as afinidades e a cooperação entre as autoridades de inspecção alimentar e económica e os países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Dans la même catégorie