APS CHAN : LE VAINQUEUR EMPOCHERA UN PEU PLUS DE 675 MILLIONS DE FRANCS CFA AMI Les questions de la sécurité, de la stabilité et de l’annulation de la dette au centre de la visite du Président de la République à Bruxelles’ ACAP Le gouvernement appelle au respect du couvre-feu APS COVID-19 : LES PAYS AFRICAINS INVITÉS À INTENSIFIER LES TESTS ET LE SÉQUENÇAGE DU VIRUS AGP Guinée-Covid-19 : L’Etat d’urgence sanitaire reconduit pour 30 jours AGP N’Nzérékoré-Insécurité : Le Guérisseur Mamoudou Keita retrouvé mort 20 jours après sa disparition AGP Guinée/Culture : Dédicace du livre « L’émergence économique en deux notions » AGP Mamou-Société : Les vœux de nouvel an des enseignants au Préfet Mory Diallo AGP Gabon/Climat et développement durable: AYCH lance un appel à candidatures pour les start-up AGP Gabon/Environnement: Le projet «Energie solaire pour les maternités de brousse en Afrique» présenté à Liliane Massala

Covid-19/África com mais 628 mortos e 25.936 infectados nas últimas 24 horas


  24 Décembre      13        Santé (8573),

   

Bissau, 24 Dez 20 (ANG) – África registou mais 628 mortes devido à covid-19, para um total de 60.882 óbitos, e 25.936 novos casos nas últimas 24 horas, um dos valores mais elevados desde o início da pandemia, segundo dados oficiais.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o continente africano regista agora 2.570.886 infetados e o número de recuperados nas últimas 24 horas foi de 12.604 para um total de 2.157.742.

A África Austral é, entre as cinco regiões africanas, a mais afetada, com 1.071.114 casos e atingiu 27.526 mortes. Nesta região, a África do Sul, o país mais atingido pela covid-19 no continente, contabiliza hoje um total de 954.258 infecções e de 25.657 mortes.

O Norte de África é a segunda zona mais afetada pela pandemia, com 882.056 casos de infecção e 22.959 vítimas mortais.

A África Oriental regista 313.874 infeções e 5.845 mortos, na África Ocidental o número de infecções é de 232.389 e o de mortes registadas ascende às 3.105, enquanto a África Central regista 71.453 casos e 1.447 óbitos.

O Egipto, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 7.209 mortos e 127.972 infetados, seguindo-se Marrocos, com 7.086 vítimas mortais e 423.214 infetados, valor mais de três vezes superior ao do Egipto.

Entre os seis países mais afectados estão também a Tunísia, com 4.275 mortes e 125 mil infectados, a Argélia, com 2.696 óbitos e 96.549 casos, a Etiópia, com 1.870 vítimas mortais e 120.989 infecções, e o Quénia, com 1.648 óbitos e 95.195 infectados.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Angola regista 394 óbitos e 16.931 casos, seguindo-se Moçambique (153 mortos e 17.956 casos), Cabo Verde (112 mortos e 11.669 casos), Guiné Equatorial (85 mortos e 5.236 casos), Guiné-Bissau (45 mortos e 2.446 casos) e São Tomé e Príncipe (17 mortos e 1.009 casos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsariana a registar casos de infeção, em 28 de Fevereiro.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.718.209 mortos resultantes de mais de 77,9 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de Dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Dans la même catégorie