ANP CICR-Niger : Une trentaine de magistrats et autres acteurs de la chaine pénale outillés sur le Droit International Humanitaire (DIH) ANP Le Ministre des finances lance la Campagne Nationale de sensibilisation sur la facture certifiée à Maradi AIP La Commission régionale de l’OSCS du N’Zi renforce les capacités de ses membres AIP Les prix du gasoil et de l’essence restent inchangés en décembre 2021 AIP La Côte d’Ivoire a présidé son premier Conseil d’administration de l’UPU en Suisse AIP Kandia Camara obtient un accord de financement de trois projets à la 8ème édition du forum Sino-Africain à Dakar AIP Une campagne pour la prise en charge de 100.000 enfants de la rue en Côte d’Ivoire d’ici 2025 APS VIH : UNE BAISSE DES NOUVELLES INFECTIONS NOTÉE PARTOUT AU SÉNÉGAL (CNLS) APS COVID-19 : TROIS NOUVELLES CONTAMINATIONS RECENSÉES ANP Forum de la coopération sino-africaine : Le Président Xi Jinping déclare que ‘’la Chine n’oubliera jamais l’amitié profonde des pays africains’’

Direitos Humanos: PR considera que País encontra-se no “nível razoável” de afirmação respeito e promoção


  6 Décembre      38        Droits de l'Homme (510),

   

Praia, 06 Nov (Inforpress) – O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, considerou que Cabo Verde está no “nível razoável” de afirmação, de respeito e de promoção dos direitos humanos, mas alertou para a desigualdade social “existente no País”.

O chefe de Estado, que falava aos jornalistas, na Cidade da Praia, depois de presidir a abertura do fórum “Diálogo e reflexão sobre o 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos”, aprovada pela Organização das Nações Unidas em Dezembro em 1948, disse que o País já alcançou “níveis satisfatórios” em alguns aspectos.

“Podemos dizer que em Cabo Verde estamos num nível muito razoável de afirmação de respeito e de promoção dos direitos humanos, sendo que vivemos num país em que a constituição, as leis e as normas fazem afirmação de todos os direitos, mas naturalmente que não poderemos estar satisfeitos com o nível de realização desses direitos”, sublinhou, frisando que, apesar dos avanços, é preciso ter “mais ambição” de os realizar de “forma crescente”.

Por outro lado, chamou atenção para o facto de em Cabo Verde haver uma “acentuada desigualdade social” em que os níveis de desenvolvimento e de progressos são “muito insatisfatórios e irrazoáveis” entre as ilhas e regiões do País.

Dans la même catégorie