GNA One dead, three injured in Volta Region secessionist disturbance AIP Visite d’Etat dans la Marahoué : Plaidoyer pour un appui technique et financier aux femmes du vivrier de Zuénoula AIP Alassane Ouattara invite les jeunes au travail pour consolider la paix AIP Identification: Le DG de l’ONECI à Bouaké pour s’enquérir de la situation de l’opération sur le terrain AIP Le secrétaire d’État chargé du service civique vante les mérites de son département AIP Des blogueuses se forment à la prévention des discours de haine sur les réseaux sociaux AIP La coordination RHDP du Kabadougou lance sa précampagne AIP Deux comités de veille et de prévention des conflits installés à Bondoukou APS DES JEUNES PÉPITES DE LA CAN U17 COMMENCENT À QUITTER LEUR NID APS BAISSE DE PLUS DE 50 % DES NOUVEAUX CAS DE COVID DANS AU MOINS 6 PAYS AFRICAINS

« É inaceitável uma Empresa de Estado contrair dívidas aos funcionários até 99 meses « ,diz Diretor Geral da INACEP


  24 Août      5        Société (23113),

   

Bissau, 24 Ago 20 (ANG) – O Diretor-geral da Imprensa Nacional (INACEP), Bamba Banjai manifestou esta segunda-feira o seu descontentamento face a
situação da empresa com atrasos de vencimento de 99 meses.

O novo director da Inacep falava no âmbito da cerimónia de assinatura de um Memorando de entendimento com o sindicato de base dos trabalhadores da Inacep, a gráfica nacional, testemunhada por representantes da Secretaria da Estado da Comunicação Social e da Confederação Geral de Sindicatos Independentes da Guiné-Bissau.

“É inaceitável contrair dívidas aos funcionários até 99 meses e com 20 anos sem pagar segurança social”, criticou Bamba Banjai.

Segundo Banjai, a INACEP não está a produzir atualmente devido a falta de recursos para aquisição de matéria- prima, e ainda devido ao facto de 99 por cento das suas máquinas estarem inativas e obsoletos, o que não ter perimido atender as demandas dos clientes.

As dívidas, segundo Bamba, constituem um dos maiores problemas da empresa: as dívidas da INACEP para com os seus colaboradores, e das instituições estatais para com a Imprensa Nacional.

No rol de devedores a Inacep, Bamba Banjai aponta o Ministério das Finanças como o principal devedor, com carteira de dívida na ordem de 2 mil milhões de francos cfa, dividas essas que segundo Bamba , até então, não são liquidadas apesar de vários pedidos da Inacep para o efeito.

« Comprometemos a pagar três meses de salários atrasados aos funcionários na próxima semana, no quadro da redução dessas dívidas”, adiantou Bamba Banjai.

Por outro lado, pede ao Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló e Primeiro-ministro, Nuno Gomes Nabiam, para usarem as suas influências junto do Governo para salvar a INACEP desta situação que considera de “desagradável”.

Por sua vez, Walter Mendonça, Presidente do Sindicato de base dos funcionários da INACEP considerou o ato de um passo importante para salvar a empresa da situação em que se encontra, que passa necessariamente por pagar salários, dívidas aos funcionários e recuperação de materiais de trabalho para melhor atender as demandas dos clientes.

Mendonça declarou que os trabalhadores dão benefício de dúvida a nova direcção da Inacep , aguardando que o memorando assinado seja respeitado, em benefício da empresa.

A INACEP,é uma empresa estatal e autónoma, tutelada pela Secretaria de Estado da Comunicação Social, e depara-se com problemas financeiros e de equipamentos, que impossibilitam o seu funcionamento pleno.

Dans la même catégorie