GNA More than 5, 800 centres open for EC’s exhibition exercise in Ashanti Region GNA Voters commend EC for SMS verification platform GNA Veep supports Strategic National Stockpile establishment to tackle health emergencies GNA Government urged to develop a comprehensive cervical cancer control plan GNA Voter Register Exhibition begins smoothly but on low key GNA Peace Council to hold 2020 national youth for peace summit GNA Odweanoma Paragliding site to be commissioned during ‘Yenko Kwahu’ Festival GNA Ghana is making moderate progress in nine SDGs APS INONDATIONS : 271 FAMILLES SINISTRÉES RECASÉES SUR UN SITE DE KEUR MASSAR APS PLAN ORSEC : UNE LARGE PART SERA RÉSERVÉE À DIOURBEL, PROMET ALY NGOUILLE NDIAYE

Eleição na FFGB/Colectivo de cinco candidatos reafirma “frente única” para salvar o futebol nacional


  8 Septembre      14        Sport (4180),

   

Bissau,08 Set.20(ANG) – Os cinco candidatos à liderança da Federação de Futebol da Guiné-Bissau(FFGB), reafirmaram fazer uma “frente única ”, na eleição agendada para o próximo dia 30 de setembro com base no acordo assinado há dois meses “para salvar o futebol guineense”.

Em conferência de imprensa realizada hoje, os cinco candidatos nomeadamente Fernando Tavares(Bené), Benelívio Nancassa Insali, Paulo Mendonça, António Patrocínio e Mutaro Bari foram unânimes em reafirmar a criação de um pacto que dizem ser para o bem do futebol nacional.

Na ocasião, Fernando Tavares denunciou o que diz ser  manobras estranhas da Comissão Eleitoral em pretender, de novo, realizar o escrutínio na sede da Federação de Futebol, situação que já tinha sido recusada pelo Alto Comissariado de luta contra o covid-19 há mais de um mês.

“De surpresa e sem que seja realizada nenhuma obra ou  alteração no espaço, temos informações que a Comissão Eleitoral voltou a fazer “finca pé” para que  o escrutínio seja realizado na sede da FFGB”, disse.

Aquele candidato afirmou que, de acordo com  informações de que dispõe os delegados ao congresso serão divididos num grupo de dez cada para entrar e votar, o que qualifica de “absurdo e inaceitável” .

“Uma outra situação triste para nós, é o facto de a Comissão Eleitoral aceitar continuar a fazer o seu trabalho na sede da Federação de Futebol da Guiné-Bissau, com todos os aliciamentos  que sabemos que existem e por isso questionamos da independência e a verdade desportiva dessa Comissão Eleitoral”, disse.

Fernando Tavares acrescentou que tudo isso constitui  indicadores do início de uma  tentativa de subordinação à interesses obscuros e devidamente identificados no futebol guineense.

O candidato Paulo Mendonça reafirmou na coesão e união dos cinco candidatos com base no acordo já existente visando, entre outros, apoiar o candidato mais votado na eventualidade de houver a segunda volta na eleição marcada para o dia 30 de setembro.

“Após a decisão da FIFA em anular a eleição realizada no passado dia 8 de Agosto,  comprendemos essa decisão da maior entidade que gere o futebol mundial, que entenderam que houve alguma falha no processo.  Só temos que aceitar uma nova data em nome da transparência”, disse.

Por sua vez, António Patrocínio disse que, não obstante aceitarem a nova data para a eleição na FFGB, estão, por outro lado tristes, tendo em conta que a FIFA está a ocupar um lugar indevido no futebol guineense, porque deixou de ser parceiro privilegiado para o dono do futebol nacional.

Disse que os dirigentes do futebol guineense devem saber pensar e andar com os seus próprios pés na base de competència e verdade.

Para o candidato Benelívio Nancassa Insali , a direcção cessante da FFGB, ciente da mudança que irá ocorrer na FFGB enveredou-se por tentativas de adiamento do processo eleitoral.

 “Penso que já existe  mudança na FFGB, e será confirmada na eleição do dia 30 de setembro”, reafirmou Benelívio Insali.

O Comité Executivo cessante da FFGB anunciou na semana passada em conferência de imprensa a data de 30 de setembro do ano em curso para a realização de novas eleições na organização “conforme a recomendação  da Federação Internacional de Futebol(FIFA).

Na eleição em que participou parte dos associados e clubes filiados na FFGB, decorrida no dia 08 de Agosto, Fernando Domingos Tavares(Bené) havia sido eleito presidente da FFGB, acto que acabaria por ser anulado por decisão da FIFA

Dans la même catégorie