ACP Publication de la liste des candidats retenus pour le bureau définitif du Sénat           AIP Côte d’Ivoire-AIP/Remise d’une ambulance médicalisée à l’hôpital général de Kouassikouassikro AIP Un groupe israélien s’engage pour la vulgarisation de la riziculture en Côte d’Ivoire AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Législatives 2021: Le CNDH et la CNRCT sensibilisent pour des élections sans violence à Bouaké AIP Côte-d’Ivoire-AIP/Législatives : Le CNDH sensibilise les populations à M’batto AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Les cadres de Sikensi invités à œuvrer pour le développement de leur localité ACP Ituri : Ouverture des plis des entreprises Soumissionnaires de projets au bord du lac Albert ACP Julien Paluku annonce la tenue du premier salon international de l’industrie et de l’innovation technologique ACP Des projets d’investissement de la société « Solar City » présentés au ministre des Mines ACP Le ministère du Plan pour la contribution à la connaissance de la situation démographique en RDC

Embaixador Camilo Leitão da Graça promete “reforçar” as relações entre Cabo Verde e Guiné Bissau


  5 Février      28        Politique (15278),

   

Cidade da Praia, 05 Fev (Inforpress) – O diplomata Camilo Leitão da Graça disse hoje que a sua nomeação como primeiro embaixador residente na Guiné Bissau é “uma responsabilidade, mas não acrescida” e prometeu “reforçar as relações” entre Cabo Verde e Guiné Bissau.
Instado sobre as suas prioridades, enquanto representante da Cidade da Praia em Bissau, o diplomata de carreira deixou entender que vão no sentido de “reforçar as relações instituições”, sublinhando que tanto Cabo Verde como Guiné tem “alguma coisa a dar um ao outro”, sobretudo na parte comercial.
Apontou a formação e as trocas comerciais como uma das suas prioridades, enquanto embaixador.
Entretanto, disse que o comércio entre dois países vai depender das linhas marítimas e aéreas directas entre os dois países.
Camilo Leitão da Graça fez essas considerações à imprensa, à margem do acto da sua tomada de posse, o qual foi presidido pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades e da Integração Regional, Rui Figueiredo Soares.
Prometeu, por outro lado, criar um “ambiente de esperança” à comunidade cabo-verdiana residente na Guiné-Bissau, para que se integre “cada vez melhor” na sociedade guineense.
O ministro dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades deve visitar, no final deste mês, a Guiné-Bissau para preparar a visita do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, que, segundo ele, está prevista para “breve”.
Anunciou que neste fim-de-semana Cabo Verde pode receber a visita da ministra dos Negócios Estrangeiros da Guiné-Bissau, portadora de uma “mensagem especial” do chefe de Estado bissau-guineense e que vai ser uma oportunidade para se acertar sobre qual será a “melhor oportunidade” para a visita de Ulisses Correia e Silva.
Guiné-Bissau é um país da África Ocidental que faz fronteira com o Senegal ao norte, Guiné ao sul e a leste, e com o Oceano Atlântico a oeste. O território guineense abrange 36.125 quilómetros quadrados de área, com uma população estimada de 1,6 milhão de pessoas.
O Produto Interno Bruto (PIB) ‘per capita’ do país é um dos mais baixos do mundo. É membro da União Africana, Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, Organização para a Cooperação Islâmica, União Latina, Comunidade de Países de Língua Portuguesa, Francofonia e da Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul.

Dans la même catégorie