AGP Gabon/Agriculture: Les ministres de la CEEAC en conclave à Libreville AGP Gabon/Education: La CONASYSED réclame les travaux du dialogue social AGP Gabon: Les centrales syndicales des agents publics lancent un mouvement d’humeur MAP Côte d’Ivoire/présidentielle : un mort et des blessés dans des affrontements MAP Hausse de 51% des engagements de la BAD en faveur des Etats fragiles sur 2014-2019 MAP Gabon : découverte des plus hautes mangroves du monde atteignant 60 mètres ANP Lancement des travaux de construction de la cimenterie de Kao : Concrétisation d’un projet longtemps attendu ! APS LES CHANTIERS DE L’OMVG RÉALISÉS À 95 % À KAOLACK (SG) APS MATAR BÂ PARTICIPE À UN SOMMET INTERNATIONAL SUR LA LUTTE CONTRE LE DOPAGE GNA UN 75th Anniversary: Time for sober reflection

Empresa norueguesa pretende investir em São Vicente e criar mais de 400 empregos directos em Cabo Verde


  12 Octobre      17        Monde (374),

   

Cidade da Praia, 12 Out (Inforpress) – A criação de 400 postos de trabalho directos e de 1.200 indirectos em Cabo Verde é o que a empresa norueguesa Nortuna pretende com a reprodução de atum em aquacultura em larga escala em São Vicente.

O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, na sua página das redes sociais, congratulando-se com a efectivação da sociedade Nortuna CV SA e admitindo ser “um excelente projecto para a ilha de São Vicente”.

“A Nortuna, uma empresa referência mundial na reprodução de atum em aquacultura, escolheu Cabo Verde para produção em larga escala, prevendo criar mais de 400 postos de trabalho directos e um total de 1.200 indirectos”, anunciou.

O memorando de entendimento, segundo Ulisses Correia e Silva, já foi assinado pelo Governo, através do Ministério da Economia Marítima, com a referida empresa.

“A primeira fase será em Flamengo, São Vicente, estando prevista uma expansão para Tarrafal de Monte Trigo e, posteriormente, São Nicolau”, asseverou o governante, salientando que só de Flamengo contam exportar 60 toneladas de atum por dia.

Na sua página oficial na internet, a empresa Nortuna, explicou que o memorando de entendimento assinado com o Governo de Cabo Verde visa desenvolver e expandir a produção de atum rabilho do Atlântico na região de Cabo Verde.

Juntos, prosseguiu a empresa, vão desenvolver a produção de peixes de “alta qualidade”, garantindo que os impactos ambientais e o bem-estar dos peixes sejam cobertos ao “mais alto nível”.

Dans la même catégorie