MAP COM2019: Focus sur les politiques budgétaires, le commerce intra-africain et le secteur privé à l’ère du numérique MAP L’Afrique abrite le plus grand nombre de déplacés internes (Vice-secrétaire générale de l’ONU) ANGOP PR considera Cuito Cuanavale património da África Austral APS CONTRE MADAGASCAR, ALIOU CISSÉ PROMET DE METTRE  »LA MEILLEURE ÉQUIPE POSSIBLE » APS LA RÉPONSE AUX CHANGEMENTS CLIMATIQUES REQUIERT L’IMPLICATION DE TOUS LES ACTEURS (VICE-MINISTRE POLONAIS) APS MACKY SALL INVITÉ À ŒUVRER POUR  »UNE SOCIÉTÉ SANS ENFANT MENDIANT, NI DÉFICIENTS MENTAUX EN ERRANCE (…) ». MAP Mali: au moins une cinquantaine de civils tués dans l’attaque d’un village peul ACP RDC: Le secrétaire de l’OIF s’entretien avec les femmes entrepreneures ACP La TICAD souligne l’importance des infrastructures de base dans le développement de la RDC ACP RDC: Démarrage des opérations de contrôle de l’application du SMIG dans le secteur du commerce

Escritor Odair Varela lança “Tufas, a Princesa Crioula”, em Portugal


  16 Mars      50        Arts & Cultures (2419), Culture (2055), Livres (285),

   

Praia, 16 Mars 2017 (Inforpress) – O livro intitulado “Tufas, a Princesa Crioula”, de Odair Varela Rodrigues, vai ser lançado, este sábado, 18, nas instalações da Fundação “O Século”, no Estoril (Portugal), com apresentação da cantora Celina Pereira.

Numa nota de imprensa, Odair “Dai Varela” Rodrigues explica que “Tufas, a Princesa Crioula”, é direcionada para o público infanto-juvenil, adiantando que essa é uma forma de, “através da sua estética literária, procurar dar a conhecer traços culturais e vivencias das crianças das ilhas para o Mundo”.

Este, explica Dai Varela no comunicado, é o seu mais recente livro para a infância e conta com a participação especial de Luna Alvarez e ilustrações de Alberto Fortes.

O livro, que será lançado este sábado em Portugal e, no dia 24, sexta-feira, em Roterdão, na Holanda, é uma edição bilingue, português/inglês, com tradução de Peggy Romualdo, e está prevista uma segunda edição bilingue, português/francês, com tradução de Didier Tedesco, a forma que Dai Varela encontrou para “atingir um público mais diversificado e conferir ao livro um carácter internacional”.

“A capa é colorida mas as ilustrações interiores são a preto para que as crianças possam ter uma acção sobre a estória e potencializar a interacção estória/leitores” escreve o autor, adiantando que este lançamento está enquadrado no programa do terceiro Encontro da Literatura Infanto-Juvenil da Lusofonia que decorre na Fundação “O Século”, em Estoril – Portugal.

HF/JMV

Dans la même catégorie