MAP Mali: un soldat tué et huit assaillants abattus dans une attaque ACP Haut-Katanga : 6 morts et 30 blessés dans un accident de circulation sur la routeLubumbashi-Likasi ACP Kasaï : remise des engins motorisés au comité provincial de riposte contre la COVID-19 ACP l’ONU appelle le monde à protéger les forêts et à soutenir les communautés forestières ACP Covid-19 : la province du  Nord-Kivu dépasse la barre de 1600 cas confirmés ACP Examen des voies et moyen de la relance du petit commerce frontalier entre le Kasaï et Lunda Norte en Angola ACP Haut Katanga : le coût de production d’un hectare de maïs évalué à 350 dollars à Lubumbashi ACP Budget 2021 : 172 milliards de FC alloués pour les charges communes de l’État ACP Mise en place un comité de pilotage pour l’appropriation de PTBA 2021 au Ministère de l’Environnement  ACP Les Bons du Trésor adjugés mardi rapportent à l’État 14,5 milliards FC

Espaço Aberto Safende: Responsável considera “positiva” actuação na comunidade apesar de alguns constrangimentos


  23 Février      8        Société (29446),

   

Cidade da Praia, 23 Fev (Inforpress) – A responsável pelo Espaço Aberto Safende considera “positivo” o trabalho realizado em prol do desenvolvimento da comunidade de Safende, apesar das dificuldades por que passa a instituição em relação à manutenção dos projectos em tempo de pandemia.

A vice-directora do Espaço Aberto Safende, Jandira Tavares, fez esse balanço em declarações à Inforpress por ocasião do 13º aniversário da actuação da instituição nesta comunidade do concelho da Praia.

“O facto de mantermos, durante todos estes anos, o espaço a funcionar apesar das dificuldades por que passamos, consideramos o balanço muito positivo”, disse a responsável que aponta a educação das crianças, jovens e famílias como um dos grandes efeitos do Espaço Aberto Safende, que foi criado pela associação Zé Moniz em 2008.

Segundo Jandira Tavares, o Espaço ao longo destes anos tem contribuído para a promoção de actividades voltadas para a educação das crianças, jovens e familiares da comunidade, dando atendimento, encaminhamento e seguimento de casos de VBG ou de outros, assim como acesso gratuito à internet e computadores para jovens.

A par disso, informou que o Espaço tem também promovido actividades voltadas para pais e encarregados de educação, assim como para idosos da comunidade e arredores.

“O nosso grande objectivo é contribuir para o desenvolvimento da comunidade pelo que dotamos os pais com ferramentas que os ajudem a lidar com os filhos, trabalhando a autoestima e valores, e tentamos ensiná-los a acompanhá-los, também, na internet”, realçou.

Neste sentido, sublinhou que toda a actividade que vem sendo organizado pelo Espaço é direccionada à família e voltada para trabalhar o comportamento do cidadão em aspectos como saber ser, estar e fazer.

Jandira Tavares informou ainda que o Espaço Aberto Safende tem contado com o apoio e parceria do Governo, no sector educativo através do Ministério da Educação, com destacamento de três professores que têm como missão seguir as crianças e jovens do Espaço, com o Ministério da Família e Inclusão Social, e outros parceiros.

Aquela responsável que considera o Espaço como um “exemplo” na comunidade, sublinhou ainda que, ao se colocar a instituição na zona de Safende, que na altura era problemática, conseguiu-se fazer um “grande trabalho” na redução “drástica” de comportamentos menos recomendáveis.

“Quando temos cem crianças para cuidar e a quem oferecemos refeição quente, diariamente, contribuindo para que os pais possam sair e irem trabalhar com consciência tranquila, estamos a contribuir para a educação e o desenvolvimento das crianças e do bairro”, ilustrou.

Depois de 13 anos a zelar para uma melhoria da comunidade de Safende, Jandira Tavares, afirmou que o Espaço quer dinamizar as actividades da instituição, readaptando tudo de acordo com a situação e a atenção que se quer dar à formação profissional, assim como a população idosa, as famílias e as crianças.

Neste sentido, refere, o Espaço Aberto Safende quer trabalhar com outros parceiros para empoderar, economicamente e socialmente, as famílias.

A trabalhar, neste momento, com 13 funcionários, incluindo três professores destacados pelo Ministério da Educação, a vice-directora do Espaço Aberto Safende apela às pessoas a colaborarem com a instituição apadrinhando as suas crianças no sentido de poderem dar mais atenção e melhor ensinamento.

“Apadrinhando uma criança as pessoas estão a contribuir para o desenvolvimento da comunidade e para a melhoria da vida das mesmas”, apela, agraciando todos os parceiros que têm contribuído para uma boa actuação da instituição ao longo desses anos.

Para assinalar a data, o Espaço Aberto Safende realiza esta tarde uma sessão para homenagear os parceiros.

Dans la même catégorie