APS LES COURS EN PRÉSENTIEL SUSPENDUS DANS LES UNIVERSITÉS POUR UNE SEMAINE AIP Législatives 2021: Le candidat RHDP félicite celui du PDCI-RDA à Daoukro AIP Législatives 2021: Le RHDP gagne trois sièges sur quatre à Aboisso et à Tiapoum ANP L’édition 2021 de la Journée Internationale de la Femme célébrée autour du « Leadership féminin dans un contexte de COVID-19 ANP Situation sociopolitique au Sénégal : La Commission de la CEDEAO appelle toutes les parties prenantes au calme et à la retenue ANP Violences post-électorales au Niger : La coalition « Bazoum 2021 » appelle à la préservation de la quiétude sociale APS LE COVID-19 DOIT AMENER A REPENSER LA PLACE DE LA FEMME, SELON UNE SPÉCIALISTE DU GENRE APS LA GENDARMERIE MET EN GARDE CONTRE LE PILLAGE DE SES CASERNES APS LES IBADOU RAHMANE LANCENT UN APPEL À LA RETENUE APS ALIOUNE BADARA CISSÉ À MACKY SALL : ‘’C’EST VOTRE VOIX QUE LE PEUPLE VEUT ENTENDRE’’

Espinho Branco: Cento e quarenta e oito famílias beneficiadas com água canalizada e energia eléctrica em casa


  12 Février      9        Environnement/Eaux/Forêts (2582),

   

São Miguel, 12 Fev (Inforpress) – Oitenta e quatro famílias de Espinho Branco, conhecidas por “rebelados”, no município de São Miguel, passam a ter acesso à rede de água nas suas residências e sessenta e quatro à energia eléctrica, a partir desta quinta-feira.
A entrega oficial da rede de energia e água, um investimento de mais de 10 mil contos, concretizado através da parceria entre a Câmara Municipal de São Miguel e o Governo, foi feita pelo ministro da Indústria, Comércio e Energia, Alexandre Monteiro, que esteve hoje de visita àquele município.
Em declarações à Rádio de Cabo Verde (RCV), o ministro afirmou que o foco é promover as políticas públicas de inclusão social e de apoio às famílias mais vulneráveis e através de implementação de uma tarifa social na água e energia para todos.
“O programa de acesso digno à água e electricidade tem uma dimensão, primeiro de contribuir para reduzir custo de factura de consumo de energia e água. Por isso que já havia a tarifa social que aprovamos e introduzimos há dois anos. Agora, complementamos e foi reforçada com outra componente, com apoio a ligação”, explicou.
Segundo o ministro, este programa é importante, porque tendo água e electricidade, está-se a criar condições para mais saúde das pessoas e mais educação, já que permite crianças e jovens estudarem à noite, por exemplo, assim como cria condições para que as pessoas criem actividades económicas e gerar rendimento.
Para o presidente da Câmara Municipal de São Miguel, Herménio Fernandes, o acto de entrega é um exemplo de luta contra a pobreza, porque os dois “grandes projectos” são um factor “forte de inclusão”, garantindo que tem assumido os compromissos com as famílias de Espinho Branco e de município de modo geral, na materialização de projectos essenciais.

“Vemos isso como um passo em frente na promoção de desenvolvimento social, de inclusão social e de melhoria de qualidade de vida de todas as famílias beneficiadas. Estamos a falar de acesso à energia a 64 famílias e acesso à água a 84 famílias. Hoje estamos a sentir que estamos a cumprir compromissos com as famílias”, indicou

“Hoje estou contente, porque já temos água em casa, porque a principal reivindicação é água e electricidade, mas já temos as duas, por isso, não estamos com muitos problemas”, disse Francisca dos Reis, uma das beneficiárias, que já perspectiva mudança na qualidade de vida.

Em São Miguel, para além de entregar oficialmente a rede de água e energia na localidade de Espinho Branco, o ministro da Indústria, Comércio e Energia, inaugurou a rede de energia eléctrica à indústria Massabeton e visitou a loja da Electra em Portinho.

Dans la même catégorie