GNA COVID-19: MTN Ghana Foundation supports two hospitals in UER GNA Don’t abandon your books, GES Director urges BECE graduates GNA Government called to amend Tax Avoidance Law GNA Airport will impact the local economy- Togbe Afede Inforpress Beto Dias dá o pontapé de partida nos concertos ‘online’ da SCM a favor de autores e artistas Inforpress PSD entrega à PGR denúncia sobre “actos praticados” pelas Forças Armadas Inforpress Coordenador do BIC destaca importância do concurso Startup Challenge na vida dos jovens empreendedores Inforpress PSD entrega à PGR denúncia sobre “actos praticados” pelas Forças Armadas Inforpress North Santiago: Government focused on guaranteeing the quality of works for the rehabilitation of religious and historical heritage Inforpress City Hall of Praia will exempt sellers from the Sucupira Market from rental payments for up to six months

Estados Unidos concedem a Cabo Verde mais de 1,5 milhões de dólares no combate à covid-19


  3 Septembre      6        Santé (7348),

   

Cidade da Praia, 03 Set (Inforpress) – Os Estados Unidos da América concederam a Cabo Verde mais de 1,5 milhões de dólares para ajudar o arquipélago na mitigação da crise económica causada pela pandemia do novo coronavírus, revela fonte da embaixada norte-americana no país.

Em comunicado, a Embaixada dos Estados Unidos em Cabo Verde elucida que este financiamento é parte de um investimento total dos EUA, de 5,8 milhões de dólares do Fundo de Apoio Económico (ESF), destinado a ajudar Cabo Verde, Zimbabwe e Djibouti a financiar esforços de mitigação de curto prazo e enfrentar os impactos de segunda ordem da pandemia a longo prazo, em vários sectores.

Segundo a nota, estes fundos serão concedidos às empresas cabo-verdianas que trabalham em sectores de mão de obra intensiva, predominantemente empregando mulheres e jovens, acrescentando que serão investidos com o objectivo de manter empregos e permitir que essas empresas se ajustem às rápidas mudanças no ambiente económico, causadas pela pandemia.

A mesma fonte realçou, que esta iniciativa tem por base a histórica assistência externa dos EUA a Cabo Verde, totalizando mais de 284 milhões de dólares nos últimos 20 anos, dos quais mais de 61 milhões de dólares foram investidos no domínio da saúde.

A embaixada dos Estados Unidos na Praia e a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), conforme o comunicado, irão monitorar a gestão e a atribuição dos 1,5 milhões de dólares e da ajuda destinada a Cabo Verde através do Hub de Comércio e Investimento da África Ocidental.

“Os nossos esforços globais baseiam-se em décadas de investimento dos EUA em assistência humanitária e no sector da saúde para salvar vidas.  Continuamos a garantir que o financiamento substancial dos EUA, bem como, as diligências científicas continuem a ser uma parte central e coordenada dos esforços mundiais contra este vírus mortal”, lê-se no documento.

O Hub de Comércio e Investimento da África Ocidental é uma iniciativa destinada a gerar novos investimentos privados, criar empregos e aumentar o valor das exportações com ênfase particular na capacitação de mulheres e jovens.

Cabo Verde ultrapassou esta quarta-feira os quatro mil casos acumulados de covid-19 num dia em que o Ministério da Saúde comunicou mais um óbito e outras 78 novas infecções e 37 recuperados da doença transmitida pelo novo coronavírus.

Com estas novas infecções, Cabo Verde passa a contabilizar, 3.460 recuperados, 41 óbitos, dois doentes transferidos e um total acumulado de 4.048 casos positivos.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Dans la même catégorie