MAP Lancement à Agadir du portail touristique interactif « All Souss Massa » APS MAGAL DE POROKHANE : LE GOUVERNEUR DE KAOLACK S’ATTEND À UNE ORGANISATION RÉUSSIE APS LE SÉNÉGAL PASSERA À L’ÉLECTRICITÉ ’’GAS TO POWER’’ À PARTIR DE 2022 (MACKY SALL) INFORPRESS Fogo: Termina hoje a maior festa tradicional da bandeira da ilha depois de 24 dias de actividades INFORPRESS VI edição da Feira de Cinzas conta com aproximadamente 150 feirantes e diversidade de produtos INFORPRESS São Lourenço dos Órgãos: Unidade Sanitária de Pico d’Antónia estará reabilitada dentro de 45 dias – edilidade INFORPRESS São Vicente: Greve dos vigilantes inicia com adesão de cerca de 80% – SIACSA INFORPRESS Tarrafal de Santiago: Escola da Família abre terceiro pólo em Achada Tenda INFORPRESS Teatro: Peça “Chiquinho” do grupo Fladu Fla estreia no dia 13 de Março em Portugal INFORPRESS Boxe: Ivanusa Morreira única esperança de Cabo Verde para Tóquio’2020 compete hoje em Dakar

Estudo mostra incidência de violência em todas as escolas secundárias do país


  7 Décembre      27        Education (2285),

   

Cidade da Praia, 07 Dez (Inforpress) – Um estudo sobre violência nas escolas secundárias públicas de Cabo Verde dá conta que em todos esses estabelecimentos de ensino há ocorrência de violência, mas que 18 escolas inspiram mais preocupação.

O estudo, realizado pelo Centro de Investigação e Formação em Gênero e Família e da Faculdade de Ciências Sociais e Artes, da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), financiado pela Nações Unidas, foi ‘socializado’ hoje na Cidade da Praia.

Neste estudo, cujos dados foram recolhidos em Novembro de 2017 até Janeiro de 2018, nas 53 escolas secundárias públicas e semi-públicas de Cabo Verde, foram inquiridos 2739 alunos e 566 professores.

Segundo a professora e investigadora Fernandina Fernandes, os dados mostram que há incidência de violência em todas as escolas secundárias no arquipélago.

Entretanto, das 53 escolas, 18 inspiram mais preocupação, uma vez que, foram nesses estabelecimentos de ensino que os “alunos assumiriam praticar mais acto de violência”, nomeadamente as escolas secundárias nas ilhas do Sal, da Boa Vista, do Maio e de Santiago (Escolas Secundárias de Tarrafal, Escola Secundária Manuel Lopes, Escola Secundária Pedro Gomes, Escola Secundária Abílio Duarte e Centro Educativo Mira Flores).

Dans la même catégorie