MAP Hasna Ammar, une militante infatigable pour l’autonomisation des femmes rurales à Aoufous AIP Législative 2021: Démarrage du dépouillement des votes à San-Pedro AIP Législatives 2021 : Koné Kafana se réjouit du bon déroulement du scrutin à Yopougon AIP Législatives 2021: Les bureaux de vote d’Abobo ferment leurs portes AIP Législatives 2021: Des urnes brûlées à Gomon AIP Législatives 2021: Un scrutin relativement apaisé à Port-Bouët malgré quelques incidents AIP Législatives 2021 : scrutin paisible à l’intérieur du pays AIP Législatives 2021 : Angustin Thiam et prône le fairplay MAP Béni Mellal-Khénifra: Création de « clubs du dialogue et de la coexistence » dans plusieurs établissements d’enseignement AIP Législatives 2021: les bureaux de vote ont fermé à Dimbokro

FAO destaca papel dos profissionais da comunicação social na disseminação de informações sobre mudanças climáticas


  22 Février      12        Société (29533),

   

Cidade da Praia, 22 Fev (Inforpress) – A representante da FAO em Cabo Verde, Ana Touza, destacou hoje, na Cidade da Praia, o papel dos profissionais da comunicação social cabo-verdiana na disseminação de informações sobre as mudanças climáticas.
A representante da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) fez estas afirmações em declarações à imprensa, à margem da cerimónia de abertura do workshop de dois dias, destinados aos profissionais da comunicação social, subordinado ao tema “Mudanças Climáticas, Sistema de gestão das informações florestais e técnicas de comunicação”, que decorre na Cidade da Praia, no âmbito do projecto REFLOR-CV.
Ana Touza destacou o papel dos profissionais da comunicação social cabo-verdiana na disseminação de informações sobre as mudanças climáticas, considerando que a parceria entre a FAO e os profissionais da comunicação social irá contribuir na partilha de informações e conhecimentos sobre as alterações climáticas.
O contributo dos profissionais da comunicação social e as acções que os mesmos têm vindo a desenvolver no terreno, reforçou, tem impacto positivo na diminuição das alterações climáticas, informado que o workshop abrange jornalistas das ilhas do Fogo, Santiago e Boa Vista, tendo em conta que o projecto REFLOR-CV está a ser implementado nas referidas ilhas.
“A parceria na disseminação de conhecimento das mudanças climáticas é chave por isso achamos que o papel dos profissionais da comunicação social é extremamente importante para podermos disseminar mensagens, o que temos que fazer para contribuir para um meio ambiente mais sustentável”, realçou, salientando que as boas práticas irão ajudar na promoção de um meio ambiente mais saudável e condições de vida mais resilientes.
Defendeu ainda uma mudança de comportamentos por parte dos cabo-verdianos no combate aos efeitos das mudanças climáticas, apontando a necessidade de as informações divulgadas estarem alinhadas com as políticas nacionais e internacionais.
“As mudanças climáticas estão a acontecer e tem um impacto muito forte, Cabo Verde por ser um país insular, tem muitos impactos recebidos através dos mares, do aquecimento global, e é importante que cada um dos cidadãos, habitante de Cabo Verde, mude de comportamento relativamente aos cuidados com a floresta, o lixo, a utilização da água, tudo isto precisa de uma mudança de comportamento”, asseverou.
Por seu turno, a directora-geral da Agricultura, Silvicultura e Pecuária, Eneida Rodrigues, afirmou que o projecto REFLOR-CV é um instrumento importante na operacionalização das políticas do Governo, relativamente ao combate aos efeitos e impacto das alterações climáticas.
Esta responsável considerou, por outro lado, que os profissionais da comunicação social têm um papel importante no processo da construção da resiliência às alterações climáticas, através do reforço da cidadania ambiental e responsável, tendo em conta os desafios actuais.
“É sobejamente conhecida a importância da responsabilidade social, educativa dos mídias na construção desta cidadania consciente e responsável em particular face aos desafios globais das alterações climáticas. Com efeito, os mídias nos seus diferentes formatos aos quais, hoje, os cidadãos têm acesso, são responsáveis por veicular muita informação a partir da qual os cidadãos constroem as suas opiniões sobre os mais diversos assuntos e problemáticas”, declarou, apontando, neste sentido, o papel dos jornalistas na descodificação das mensagens.
REFLOR-CV é um projecto do Ministério da Agricultura e Ambiente, financiado pela União Europeia e em execução pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).
O principal objectivo é o de aumentar a resiliência e a capacidade de adaptação para enfrentar os riscos adicionais colocados pelas mudanças climáticas na desertificação e degradação da terra em Cabo Verde.
Tem a meta de alcançar, nos próximos três anos, cerca de 800 hectares (área correspondente a 800 campos de futebol) em termos de novas áreas arborizadas e plantadas e com espécies mais adaptadas para a construção da tão desejada resiliência.

Dans la même catégorie