AIP Côte d’Ivoire-AIP/ « Demain c’est aujourd’hui », une pièce de danse présentée à la 9e édition du festival d’Afrik urbanarts AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Plusieurs CHU transformés désormais en établissements publics hospitaliers nationaux (Gouvernement) AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Bientôt le lancement à Abidjan des activités de « Octobre rose » du CNRAO dédiées sur le cancer du sein (Gouvernement) AIP AIP/ 62 % des femmes en Côte d’Ivoire pratiquent un avortement à haut risque (PMA) APS Une plateforme mise en place pour l’épanouissement des entreprises APS Un cinéaste plaide pour la conservation de la mémoire africaine GNA “We need time to build formidable senior national team”, – Paintsil GNA Ghana government secures $100 million for GPSNP phase two GNA Africa must take decisive steps to end slavery in all forms – Executive Director GNA Government rolls out major road infrastructural project in Western Region

FCF: Mário Semedo é candidato único à sua própria sucessão


  2 Décembre      28        Sport (8671),

   

Cidade da Praia, 02 Dez (Inforpress) – O presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), Mário Semedo, é candidato único à sua própria sucessão na assembleia-geral electiva dos corpos sociais federativos para os próximos quatro anos, marcada para o próximo sábado nesta cidade.

A data do evento foi acordada pelas associações em assembleia-geral realizada em Outubro, mediante proposta da direcção da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) para 04 de Dezembro.

Ao mesmo tempo nomearam os integrantes para os órgãos da Comissão Eleitoral e o Conselho de Recurso, consoante as directivas dos novos regulamentos.

Os elementos destes dois órgãos, sublinhou a fonte, foram compostos por pessoas com formações jurídicas, conforme as recomendações dos organismos internacionais que gerem o futebol.

A assembleia aprovou ainda, por unanimidade, a composição dos órgãos que gerem as próximas eleições e até a data limite, 19 Novembro, para a entrega das candidaturas, a lista liderada por Mário Semedo foi a única que formalizou a sua inscrição, baseada numa candidatura de continuidade, afirmando ser “um sinal de confiança de que as associações regionais estão satisfeitas com o desempenho” da sua equipa.”

Já Manuel Conceição, que manifestou a sua intenção de candidatar-se ao mais alto cargo da FCF, ameaça impugnar o acto eleitoral, alegando que “manobras e imparcialidade” do secretário-geral da FCF e das equipas ligadas à Comissão Eleitoral inviabilizaram a sua candidatura.

Dans la même catégorie