APS MUSHIKIWABO JUGE LES COUPS D’ETAT RÉPÉTÉS DE CES DERNIERS MOIS INACCEPTABLES APS MUSHIKIWABO JUGE LES COUPS D’ETAT RÉPÉTÉS DE CES DERNIERS MOIS INACCEPTABLES APS Le maire de Jacqueville offre l’émission « Bonjour 2022 » à sa population APS ZIGUINCHOR : DEUX MILITAIRES ET UN REBELLE TUÉS DANS UN ÉCHANGE DE ‘’COUPS DE FEU’’ AIP Quelque 2000 kits scolaires à des écoliers à Biankouma ANP Diffa : 1ère session ordinaire de la Commission Consultative Régionale de l’Administration Territoriale (COCOCRAT) AIP Les sapeurs-pompiers militaires initient une opération ‘’coup de balai’’ à Yopougon AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Moussa Sanogo présente les projets du métro d’Abidjan et du barrage de Singrobo-Ahouaty aux députés APS DES ORGANISATIONS DE LA SOCIÉTÉ CIVILE SALUENT LE « DÉROULEMENT APAISÉ » DU SCRUTIN APS A COALITION BUNT BI MAJORITAIRE À RANÉROU FERLO (RÉSULTATS PROVISOIRES)

FCF: Mário Semedo é candidato único à sua própria sucessão


  2 Décembre      20        Sport (7421),

   

Cidade da Praia, 02 Dez (Inforpress) – O presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), Mário Semedo, é candidato único à sua própria sucessão na assembleia-geral electiva dos corpos sociais federativos para os próximos quatro anos, marcada para o próximo sábado nesta cidade.

A data do evento foi acordada pelas associações em assembleia-geral realizada em Outubro, mediante proposta da direcção da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) para 04 de Dezembro.

Ao mesmo tempo nomearam os integrantes para os órgãos da Comissão Eleitoral e o Conselho de Recurso, consoante as directivas dos novos regulamentos.

Os elementos destes dois órgãos, sublinhou a fonte, foram compostos por pessoas com formações jurídicas, conforme as recomendações dos organismos internacionais que gerem o futebol.

A assembleia aprovou ainda, por unanimidade, a composição dos órgãos que gerem as próximas eleições e até a data limite, 19 Novembro, para a entrega das candidaturas, a lista liderada por Mário Semedo foi a única que formalizou a sua inscrição, baseada numa candidatura de continuidade, afirmando ser “um sinal de confiança de que as associações regionais estão satisfeitas com o desempenho” da sua equipa.”

Já Manuel Conceição, que manifestou a sua intenção de candidatar-se ao mais alto cargo da FCF, ameaça impugnar o acto eleitoral, alegando que “manobras e imparcialidade” do secretário-geral da FCF e das equipas ligadas à Comissão Eleitoral inviabilizaram a sua candidatura.

Dans la même catégorie