APS VERS ’’DES DISPOSITIONS PRATIQUES » POUR LE « PAIEMENT SYSTÉMATIQUE’’ DES INDEMNITÉS DES EXAMENS ET CONCOURS APS SÉCURITÉ DE PROXIMITÉ : MACKY SALL PROLONGE D’UN AN LES CONTRATS DES AGENTS DE LA PROMOTION 2014 APS LA DEUXIÈME PHASE DE LA CMU SERA LANCÉE CETTE ANNÉE, SELON MACKY SALL APS A CAUSE DU COVID-19, LE GOUVERNEMENT SUSPEND SES CONFÉRENCES BIMENSUELLES JUSQU’À NOUVEL ORDRE APS ARACHIDE : À KAOLACK, LA SONACOS EST EN RETARD SUR SES OBJECTIFS DE COLLECTE (DIRECTEUR) APS L’UNICEF OFFRE DES KITS SCOLAIRES À DES ÉLÈVES DE FAMILLES VULNÉRABLES DE ZIGUINCHOR GNA Kotoko moves to third place on league log after beating Dwarfs GNA Ayebeng Memorial Kindergarten Block gets facelift GNA Avoid over enrollment of school pupils- Director of Education GNA Parliament stands down motion to suspend payment of university fees

Fernando Elísio Freire e Amadeu Cruz empossados como ministros da Família e Inclusão Social e da Educação


  8 Décembre      17        Politique (14295),

   

Cidade da Praia, 08 Dez (Inforpress) – O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, concedeu posse hoje ao ministro da Família e Inclusão Social, Fernando Elísio Freire, e ao ministro da Educação, Amadeu Cruz, que assumem as pastas anteriormente pertencentes à ex-ministra MaritzaRosabal.
A cerimónia de tomada de posse dos novos ministros que vão tutelar as áreas que eram geridas pela ex-ministra da Educação, Família e Inclusão Social, MaritzaRosabal, que pediu a demissão do Governo recentemente, por questões pessoais, foi assistida pelo primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva.
O chefe do Executivo, que considerou o acto como um “pequeno arranjo governamental” mostrou “total confiança” no ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire, que assume a pasta da Família e Inclusão Social, e do secretário de Estado para a Educação, Amadeu Cruz, que assume o sector da Educação
“Ele aguenta-se bem, ele já tem Juventude e Desporto e faz todo sentido este enquadramento com a Família e Inclusão Social, tem um secretário de Estado, portanto, em termos da coordenação política da actividade de dinamização desses sectores, está bem entregue” afirmou Ulisses Correia e Silva, quando abordava a quantidade de pastas assumidas pelo ministro Fernando Elísio Freire.
Questionado se a quatro meses das eleições legislativas faz sentido um reajuste do elenco governamental, o chefe do Executivo afirmou que faz sempre sentido, porque, justificou, a governação faz-se até ao último dia do mandato e que aquilo que terá que ser feito será feito em qualquer área, realçando que a governação não poder estar condicionada a períodos pré-eleitorais, pelo que a acção governativa não pode ser suspensa.
Quanto às críticas ao desempenho da ex-ministra da Educação, MaritzaRosabal, disse que o Governo avalia “positivamente” o desempenho da mesma, particularmente nas reformas do sector educativo, salientando que essa medida será um legado que deixará para referida área.
Por seu lado, o ministro da Educação, Amadeu Cruz, mostrou-se grato pela nomeação, salientando que assumir o sector educativo será um novo desafio, mas que é uma pasta que conhece por ter desempenhado as funções de secretário de Estado.
Prometeu dar continuidade o trabalho realizado até agora e fazer os ajustamentos “caso for necessário”, mostrando-se, por outro lado, disponível para “dialogar com todos os sindicatos, os representantes dos pais e a comunidade académica” na criação de um “ambiente favorável” ao desenvolvimento do sector da Educação e do ensino superior.
“Já temos estado em diálogo com o sector do ensino superior, vamos agora reforçar o diálogo com o sector do ensino básico e secundário, envolvendo os professores, sindicatos e criando um ambiente favorável para que haja de facto um pacto nacional a volta das questões da educação”, afirmou, considerando que o sector educativo “extravasa os horizontes dos mandatos” e deve haver “uma convergência com as partes envolvidas na construção de um sistema robusto”.
Por seu turno, o ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire, que assume a pasta da Família e Inclusão Social, disse que se sente “motivado” para encarar este novo desafio de “cuidar das famílias cabo-verdianas”, principalmente neste momento de crise causada pela pandemia da covid-19.
“O Governo, para além de tudo que tem feito de uma forma extraordinária, com a gratuitidade do ensino, permitindo o maior acesso a saúde, a gratuitidade do reforço da cantina escolar, do acesso ao rendimento através do rendimento social de inclusão, tudo isto é preciso reforçar”, declarou, destacando que as políticas implementadas pelo actual Governo na área social são “políticas consistentes” que permitiram garantir uma “maior inclusão social no País”.
Abordando sobre a quantidade de pastas que agora assume no Governo, Fernando Elísio Freire retirou que está “engajado” em trabalhar em prol do desenvolvimento de Cabo Verde e que continuará a fazer a coordenação política do executivo como sempre fez.

Dans la même catégorie