APS THIÈS : 300 MAISONS DÉMOLIES À MBOUR 4 EXTENSION PAR LA DSCOS APS DOCTEUR SALL DE L’INSTITUT PASTEUR : « PAS ENCORE D’INFORMATION SUR LA PRÉSENCE DE NOUVEAUX VARIANTS DU COVID’’ APS COVID-19 : LES AUTORITÉS INVITÉES À VEILLER À « UNE APPLICATION RIGOUREUSE DES MESURES PRÉVENTIVES » APS GESTION DE L’ÉPARGNE : DES CDC OUEST AFRICAINES DONT CELLE DU SÉNÉGAL À L’ÉCOLE DE LA BAD APS ZLECAF : LES ENTREPRISES LES MIEUX PRÉPARÉES VONT TIRER LEUR ÉPINGLE DU JEU (SPÉCIALISTE) ANGOP COVID-19: ANGOLA REGISTA 32 NOVOS CASOS E 17 RECUPERADOS GNA Protect Children from contracting COVID-19- DCE GNA Court remands businessman for defrauding by false pretenses GNA ‘Amewu’s magic’ will be replicated in Akatsi North next election – DCE GNA Applicant has not shown exceptional circumstance for review application of interogatories- EC

Fogo: Ruptura de gás provoca fila junto da estação de Enacol em São Filipe


  14 Janvier      11        Société (27691),

   

São Filipe, 14 Jan (Inforpress) – A ruptura de gás, sobretudo as botijas de 12 quilogramas, a mais utilizada, provocou na manhã de hoje uma fila junto da estação da Enacol para aquisição deste produto.

Nas últimas semanas, a Enacol como a concorrência, Vivo Energy, não dispõe de stock de gás o que tem provocado alguma correria aos postos de venda de combustíveis e aos revendedores no sentido de adquirir uma botija de gás.

A Inforpress soube que na manhã de hoje o navio 13 de Janeiro trouxe uma certa quantidade de garrafas de gás da Enacol que foram colocadas no posto de venda ao mesmo tempo que se procedia à descarga.

Dezenas de pessoas se deslocaram a este ponto para aquisição de gás o que originou uma fila de pessoas, algumas das quais com mais de uma garrafa.

Já numa passagem pelo posto de venda da Vivo Energy na cidade de São Filipe a Inforpress ficou a saber que dispunha apenas de garrafas pequenas, de três e seis quilos, mas que as de 12 quilos estão em falta neste momento.

Quer o responsável da Enacol como o da Vivo Energy, contactados pela Inforpress não avançaram quaisquer informações sobre a ruptura, os motivos e para quando a normalização da situação, alegando que não estão autorizados, remetendo assim o jornalista para contactos com os responsáveis a nível nacional.

O contacto telefónico com as duas empresas foi estabelecido, mas não foi possível o contacto com os responsáveis pela área.

Uma fonte da Inforpress adiantou que se tudo correr como programado antes do dia 20 a situação será normalizada com a reposição do stock, quer de uma como de outra empresa.

JR/ZS

Inforpress/Fim

Dans la même catégorie