MAP Eliminatoires Mondial Costa Rica (Dames/U20): le match Bénin-Maroc interrompu en raison des intempéries ANP Présidentielle de février 2021 au Niger : Mahamane Ousmane réclame toujours la victoire. GNA Shai-Osudoku Assembly inaugurates classroom project AIP L’UDPCI planche sur son avenir et la situation sociopolitique nationale AIP Emmanuel Ahoutou prend fonction à la tête du Comité de privatisation AIP Le Trésor booste sa stratégie de mobilisation des recettes non fiscales AGP Guinée/Santé : Les regroupements et manifestations de masse autorisés à partir du lundi 27 septembre 2021 (ANSS) AGP Mamou-Coopération: Les nouvelles autorités de Mamou et celles de Kabala, ouvrent officiellement la frontière Guinéo-Sierra Leonaise AGP Guinée : La sage-femme Marie Condé revient sur les grandes lignes de la concertation de l’ONSFMG avec le CNRD GNA MTN donates GHC 100,000.00 to Otumfuo Education Fund

Forças Armadas/ Presidente da República diz que as forças armadas jamais serão usadas para benefício de políticos


  20 Juillet      45        Militaire (445),

   

Bissau, 20 jul 21 (ANG) – O Presidente da República afirmou esta terça-feira que as Forças Armadas guineenses jamais serão usadas para benefício de políticos.
Umaro Sissoco Embaló que fez esta afirmação ao presidir a cerimónia de comemoração do 37º aniversário Regimento de Comandos, acrescentou que nos tempos passados não se falava da política nos quarteis, embora havia um único partido que era a força dirigente da sociedade.
“Mesmo quando fizemos a transição, nunca falamos de política no quartel. O país degradou-se um pouco, e ouve-se agora muitas pessoas a dizerem que têm apoiantes no Paracomando, na Marinha ou noutros quartéis. Isso terminou de vez. As forças armadas da Guiné-Bissau são republicanas e nunca mais vão ser usadas, nem por mim, que sou o vosso Comandante Supremo, porque vocês não são minhas propriedades”, disse.

Embaló sustentou que as forças armadas são militares que defend
em a República da Guiné-Bissau e a sua bandeira, acrescentando que as pessoas devem tirar das suas cabeças a mentalidade de que os tropas são violentos ou assassinos.

“Os tropas não são tudo isso porque saímos desse ramo. Mas se existir malfeitores devem ser denunciados para todos saberem que fulano tal é que faz mal e não generalizar”, salientou.
Disse ainda que o político que quiser fazer política deve ir ao parlamento ou fazer comícios noutro lugar e não nos quartéis.

Segundo o ministro da Defesa Nacional e dos Combatentes da Liberfdade da Pátria,Sandji Fati, o governo tem em curso muitas acções visando melhorar as condições dos que estão a servir o país nas forças armadas.

Fati destacou na ocasião algumas das missões mais recentes feitas pelo Regimento dos Comandos apontando a de Sucudjac , zona fronteiriça com o Senegal.

Segundo o ministro, essa missão resultou na criação de uma agência de gestão da zona comum entre Bissau e Dacar, na qual os dois paises exploram peixes e outros recursos.

Bauté Nhanta Na Man, Comandante do Regimento de Comandos pediu ao Estado-maior General das Forças Armadas a criação de um regimento de forças especiais, que deverá servir ao país em todos os vertentes,e o reforço do regimento dos Comandos com mais jovens.

Segundo Bauté Na Man, o Regimento de Comandos participou em muitas missões de manutenção da paz, nomeadamente na Libéria, Ruanda e também participou em exercícios filinos organizados pela CPLP, em Portugal ,em 2000 e 2008, e em Brasil.

Na cerimónia estavam presentes o Secretário de Estado da Ordem Pública, Alfredo Malú, em representação do Ministro do Interior,Botche Candé, Chefe de Estado-maior General das Forças Armadas, Biague Na Ntan, o Presidente do Tribunal Militar, e responsáveis de diferentes ramos das Forças Armadas.

Dans la même catégorie