GNA Impact of COVID-19 reinforces gender inequality-World Bank GNA Chadian Referee to handle Ghana/Cameroon CAF Under-20 game GNA Ghana’s Alex Kotey gets a CAF appointment GNA Mensah’s solitary strike for Hearts sinks Liberty Professionals GNA Hearts Board unhappy with the resignation of NCC Chairman Inforpress Parque automóvel de Cabo Verde cresce 24% em cinco anos e actualmente comporta 81.000 veículos GNA Amputee teams receive support through “Betway Up” programme GNA Black Stars resume training ahead of AFCON qualifiers GNA Wakaso, Boateng called to join Black Stars for AFCON qualifiers Inforpress Tourist Association of Fogo, City Halls and Tourism Fund celebrate agreement for mobile mapping of the island

Futebol/Santo Antão Norte: Clubes reafirmam-se sem condições para realizar competições


  21 Janvier      17        Sport (5297),

   

Ribeira Grande, 21 Jan (Inforpress) – Seis dos oito clubes de futebol da zona norte de Santo Antão – Paulense, Janela, Solpontense, Foguetões, Sinagoga e Torriense – reafirmaram hoje que não há condições para o arranque da época futebolística 2020/2021.

Os clubes e a Associação de Futebol da Região Norte de Santo Antão (AFRN-SA) realizaram um encontro para reavaliarem as condições e exigências sanitárias e financeiras para a realização das provas da época futebolística e decidiram, não arrancar a época tendo em conta as dificuldades criadas pela pandemia.

Pedro da Luz, presidente da AFRN-SA, disse à Inforpress que dos oito clubes presentes somente dois deles, Santo Crucifixo e Rosariense, mostraram-se dispostos para a retoma do futebol na região.

“Segundo os seus argumentos a covid-19 vai continuar a circular entre nós e que o futebol não pode ficar parado, apesar de alguns constrangimentos que existem”, frisou Pedro da Luz.

A mesma fonte pontuou que os outros seis clubes – Paulense, Janela, Solpontense, Foguetões, Sinagoga e Torriense – reafirmaram que de momento não existem condições quer de ordem financeira, logística e sanitária.

“Com o aumento de casos em Santo Antão e também na ilha vizinha de São Vicente, não concordam com a retoma de momento do futebol porque no entender deles lá no estádio pode ser um local onde pode ter uma grande propagação do vírus no seio dos seus atletas e mesmo em todos os clubes, e as equipas técnicas têm pessoas de risco”, salientou Pedro da Luz dizendo que, por isso, esses clubes não concordam em retomar o futebol na época 2020/2021.

Pedro da Luz acentuou que a AFRN-SA não tem outra opção e teve que acautelar e levar em consideração o ponto de vista de todos.

“Neste sentido decidimos que a presente época desportiva fica suspensa até ao termino segundo os regulamentos da Federação Cabo-verdiana de Futebol na presente época”, concluiu Pedro da Luz.

LFS/HF

Dans la même catégorie