FAAPA : Fédération Atlantique des Agences de Presse Africaines
AIP Côte d’Ivoire: La ville de Bouna est de plus en plus envahie par des ordures AIP Côte d’Ivoire: Coup d’envoi du tournoi de football de la fraternité à Aby AIP Côte d’Ivoire : La mauvaise manipulation des armes peut entraîner un désastre (Expert) ANP Système d’information sur les marchés: Les prix des céréales demeurent stables au Niger MAP Marché de poisson à Téma (Grand Accra) : La pêche aux hommes, la vente aux femmes MAP Choléra au Niger: au moins vingt-deux morts GNA Ghana: Government delegation meet FIFA on Thursday GNA Ghana: Government to seek audience with FIFA STP-Press Portugal através Valle Flôr doa medicamentos a São Tomé e Príncipe STP-Press São Tomé e Príncipe relança cooperação económica com Burkina Faso e Senegal

GEF investiu já em 105 projectos no arquipélago que ultrapassam os 2,5 milhões de dólares


  7 Décembre      32        Economie (19845),

   

Praia, 07 Dez, 2017 (Inforpress) – O programa GEF (Global Environment Facility), implementado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), já subvencionou, nos últimos sete anos, em Cabo Verde, 105 projectos, no valor que ultrapassa dois milhões e 500 mil dólares norte-americanos.
Lançado em 1992, este programa de pequenas subvenções do Fundo Mundial para o Ambiente foi operacionalizado em Cabo Verde em Agosto de 2009 e as primeiras subvenções começaram a ser implementadas a partir de Julho de 2010.
Nesses sete anos, refere uma nota do GEF, foram financiados em todo o arquipélago mais de uma centena de projectos ligados ao sector ambiental, estando, presentemente, em execução 12 programas a nível nacional, quatro dos quais na ilha de Santo Antão, onde o GEF centrou a sua acção desde 2015.
Santiago, São Nicolau, Boa Vista e Maio são as outras ilhas abrangidas pelo programa.
Em Santo Antão, os projectos financiados, neste momento, incidem, sobretudo, na produção agrícola de forma sustentável em Ribeira da Cruz, Martiene e Chã de Norte, na produção de energia limpa em Ribeira Alta e Figueiras e na transformação normalizada de frutas no vale da Garça.
O GEF, que, actualmente, financia projectos ambientais em 126 países, promove, a partir desta sexta-feira, e durante três dias, no Porto Novo, um encontro de troca de experiência com dez organizações parceiras subvencionadas por este programa, em todo o território nacional.
O encontro, que tem lugar em Ribeira da Cruz, visa, essencialmente, a partilha de experiências sobre métodos de execução e criação de condições de sustentabilidade de projectos ambientais comunitários.
A iniciativa, promovida em parceria com a Associação dos Agricultores da Ribeira da Cruz, e delegação do Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) do Porto Novo, entre outros parceiros, constitui ainda uma oportunidade para se reforçar os conhecimentos sobre boas práticas e soluções inovadoras para a gestão associativa.
Do ponto de vista ambiental, Cabo Verde foi sempre afectado por pressões e destruição de determinados “habitats” e ecossistemas, e por práticas agrícolas insustentáveis e os projectos subvencionados pelo do GEF têm tido papel importante na implementação das políticas ambientais no país.

Dans la même catégorie