AIP Présidentielle 2020: Anoblé mobilise un faubourg de San-Pedro pour Ouattara AIP Présidentielle 2020: Ly Ramata explique les raisons du choix du candidat Alassane Ouattara le 31 octobre AIP Présidentielle 2020: Le RHDP invite ses militants de Téhini à voter massivement pour Ouattara AIP Présidentielle 2020 : La CEI salue l’esprit d’anticipation du corps préfectoral de la Nawa MAP Côte d’Ivoire/Présidentielle : Ouattara confiant, KKB en outsider ANP Le Niger célèbre le Mouloud 1442 dans la nuit du 28 au 29 octobre dans le respect des mesures anti-COVID MAP Bulletin de l’écologie de l’Afrique MAP Revue de la presse quotidienne internationale africaine (RPQI-Afrique) MAP L’UA profondément préoccupée par la menace croissante que le terrorisme fait peser sur la paix et la sécurité en Afrique MAP Bulletin quotidien d’informations économiques de l’Asie-Océanie

Global Shapers Praia Hub e AD Relâmpago solidarizam-se com famílias despojadas das últimas chuvas


  23 Septembre      6        Société (24256),

   

Cidade da Praia, 23 Set. (Inforpress) – A Global Shapers Praia Hub une-se à Associação Desportiva Relâmpago (AD Relâmpago) para juntos lançar a campanha HelpPraia, visando a recolha de alimentos, roupas e utensílios para famílias despojadas das últimas chuvas.
Segundo a presidente da AD Relâmpago, Sabina Fortes, pretende-se com esta campanha, numa primeira fase, angariar bens de primeira necessidade e, posteriormente, os de segunda, mediante recolha, incluindo ao domicílio, mas cumprindo as devidas medidas de prevenção da covid-19, para depois fazer chegar às famílias já identificadas.
Além da recolha de bens, esta parceria lançou uma campanha de crowdfunding na plataforma DjudamLi e GoFundMe Fundraising, assim como facultará apoio psicológico aos idosos, adultos, jovens e crianças que se encontram desalojados neste momento.
“A nossa cidade precisa de nós, e nós precisamos dela reerguida, linda e forte. Por isso, junta-te a nós e let’s Help Praia”, explica o comunicado desta colectividade, que se mostra sensibilizada pela forma como “o âmago da Praia Maria foi fortemente abalado”.
“A resiliência dos cabo-verdianos não é de se esmorecer, pelo contrário, nos momentos mais difíceis, reergue-se, e volta a caminhar”, sentencia os promotores desta campanha de solidariedade, convictos de que “a passagem da depressão tropical 18 pela Cidade da Praia tornou evidente as lacunas nas condições de habitação, saneamento, urbanismo, e, sobretudo, de vida de muitas famílias praienses”.
Lamentam as partes que “os estragos deixaram famílias desalojadas, e, desoladamente uma morte”, lamentando que “depois de três anos de seca severa, as últimas chuvas por muito tempo rogadas, para além do verde, fizeram estragos”.
A AD Relâmpago já vem apoiando várias famílias das ilhas de Santiago, Santo Antão e São Vicente em campanhas de solidariedade idealizadas com a chegada da pandemia da covid-19 no arquipélago.

Dans la même catégorie