MAP SM le Roi préside la cérémonie d’inauguration de l’écosystème du Groupe PSA au Maroc, une nouvelle illustration de l’excellence du « Made in Morocco » INFORPRESS INSP garante que a mortalidade infantil no período neonatal não é alarmante mas sim um desafio – INSP INFORPRESS Jorge Santos considera que o Tribunal de Justiça da CEDEAO é um instrumento privilegiado para proteger os cidadãos INFORPRESS Ministro do Turismo defende trabalho articulado entre Governo e privados para que cruzeiristas gastem mais no país ANP Mécanisme d’évacuation d’urgence des réfugiés : plus de 1300 évacués de la Libye au Niger réinstallés (HCR) AIB Les archivistes, les documentalistes et les bibliothécaires dénoncent les difficiles conditions de travail AIB Le président du Faso Roch Kaboré « ne semble pas comprendre que la réconciliation nationale est la seule voie de salut pour le Burkina Faso » (Yacouba Isaac) AIB Burkina : Le président Kaboré reçoit un rapport sur la libre circulation des personnes et des biens ACI CONGO: NÉCESSITE POUR LES ETATS D’HARMONISER LES POLITIQUES POUR FAIRE RÉGNER LA SÉCURITÉ ACI CONGO: CÉLÉBRATION DU 25EME ANNIVERSAIRE DU PARTENARIAT POUR LA CONSERVATION DU PARC NOUABALE-NDOKI

Governo e ue assinam convenção de financiamento no valor de 551 mil contos para projectos de competitividade


  18 Janvier      66        Economie (23980), Finance (3780), Photos (21108),

   

Praia, 18 Jan (Inforpress) – O Governo de Cabo Verde e a União Europeia assinaram hoje, na Cidade da Praia, uma convenção de financiamento no valor cinco milhões de euros (cerca de 551 mil contos) para apoiar projectos de competitividade e melhorar o ambiente de negócios.

Assinado pelo vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, e pela embaixadora da União Europeia em Cabo Verde, Sofia Moreira de Sousa, o programa está inserido no Fundo Regional da União Europeia para a África Ocidental, orçado de 74 milhões de euros, visando apoiar esta região africana e mais oito países da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) no reforço da competitividade, comércio, criação de empregos, sobretudo para jovens e mulheres.

Na ocasião, o governante assegurou que o montante vai ser destinado a projectos de micro, pequenas e médias empresas e irá ajudar o Governo a acelerar o programa de reformas e melhorar o acesso a financiamento, mas também melhorar as condições para o ambiente de negócios em Cabo Verde.

“A nossa ideia é melhorar o ambiente de negócios para que as empresas pequenas do sector do turismo, tecnológicas de informações e comunicação, das energias renováveis, possam ter acesso a financiamento e melhor enquadramento para expandirem os seus negócios”, explicou, realçando que o Estado terá de ser facilitador, promotor e criar condições a nível dos transportes e do financiamento para que o sector privado possa ter as melhores condições de expandir e inovarem os seus negócios.

AV/JMV

Dans la même catégorie