AIP Baromètre des CEOs africains 2020 : La Côte d’Ivoire, pays le plus attractif pour les investisseurs (Etude) AIP Inter/ Alassane Ouattara appelle à une riposte collective contre la COVID-19 AIP Visite d’État: Des cadres de Manfla mobilisent les populations pour le meeting à Zuénoula AIP Visite d’Etat: 1.200 habitants du quartier Proniani de Sinfra connectés au réseau électrique AIP Visite d’État: CI-Energies soutient le secteur éducatif de Sinfra AIP Visite d’Etat: Ouattara va procéder à la mise sous tension électrique de trois villages de Zuénoula AIP Visite d’Etat: les villages de Baazra I, Baazra II et Klazra reconnaissants au chef de l’Etat AIP Visite d’Etat: Les travaux de bitumage de l’axe routier Sinfra-Bouaflé lancés AIP Inter/ Ouattara exprime sa gratitude aux partenaires internationaux engagés pour la réussite de l’élection présidentielle AIP Visite d’Etat : Plaidoyer pour l’électrification de la maternité de Baazra

Governo prevê cobrir 100% do país com irrigação gota-a-gota nos próximos três a quatro anos


  10 Août      14        Politique (11356),

   

Cidade da Praia, 10 Ago (Inforpress) – O Governo vai acelerar o processo de instalação do sistema de rega gota-à-gota, para que nos próximos três a quatros anos o país esteja a 100 por cento (%) coberto por esse sistema de irrigação.

A informação foi avançada hoje pelo ministro de Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, na abertura do ateliê temático sobre Estratégia de Transformação da Agricultura no Horizonte 2030”.

O governante afirmou tratar-se de um grande desafio, mas que está à altura do país e dos seus habitantes.

Para tal, adianta que o executivo está a apostar em políticas de incentivos de promoção e trabalho no campo para que essa mudança aconteça, permitindo dar um passo na questão da gestão e poupança de água.

“Não vale estarmos apenas a falar que temos que mobilizar mais água. Temos que pouparmos a água, não só através das formas de distribuição, mas, acima de tudo, das formas de irrigação. Nós, em três a quatro anos, temos a obrigação de fazer chegar aos 100% a irrigação gota-a-gota no nosso país”, sustentou.

Gilberto Silva referiu-se também ao nexo energia/água, salientando que a agricultura na parte que cabe à gestão da água tem toda obrigação e toda a necessidade da de reforçar o nexo com a energia.

“Portanto, vamos acelerar a aposta na utilização das energias renováveis para a mobilização e para distribuição de água, com vantagens de ponto de vista ecológico, mas também com muitas vantagens de ponto de vista económico, porque permite depender menos do exterior, e acima de tudo reduzir os custos dos factores de produção no sector da agricultura”, explicou.

Neste sentido, indicou que todo o processo de empresarialização do sector de distribuição da água e os investimentos no domínio da mobilização e distribuição da água que terão de ser feitos estão ligados à questão de governança no sector, que considera fundamental para transformação que se quer.

“Água para agricultura para reforçar a resiliência do sector agrícola” é um dos assuntos apresentados e debatidos durante o encontro, que tem ainda no programa temas como a “estruturação da cadeia de valor e logística agrícola”, e “financiamento da transformação da agricultura no horizonte de 2030”.

Dans la même catégorie