APS THIÈS : LE GOUVERNEUR RENFORCE LES MESURES D’ENDIGUEMENT DU COVID-19 AGP BAD-Covid-19 : Mise en place d’un fonds de 10 milliards de dollars pour les africains AGP Guinée-Covid-19 : 30 nouveaux cas supplémentaires pour un total de 194 cas positifs et 11 sortis guéris AGP Matoto-Coronavirus : Au moins 544 contacts dont 27 des cas positif sont sortis du suivi AGP Guinée- Covid-19: Le dispositif guinéen qualifié d’exemplaire par la presse internationale AGP Boké-Coronavirus : Le prix du Bactigel monte en flèche AGP Boké-Insalubrité : La devanture du Bloc Administratif transformée en dépotoir d’ordures AGP Algérie-Covid-19 : Les Jeux Méditerranéens 2021 d’Oran reportés en 2022 GNA Staying at home, observing social distancing is not a punishment-Dr Aboagye GNA NHIA pays claim arrears to Health Providers

Governo promete facultar todas as informações sobre a privatização da TACV


  15 Mars      39        Economie (8181), Entreprises (247), Photos (3893),

   

Cidade da Praia, 15 Mar (Inforpress) – O Governo prometeu esta quinta-feira ao parlamento facultar toda a informação sobre a avaliação da empresa TACV e da sua privatização, mas explicou que “nesta fase não pode partilhar informações detalhadas com toda a sociedade civil”.
Esta garantia foi manifestada pelo vice-primeiro-ministro, Olavo Correia, avançando que foi vendida apenas uma parte, correspondente a 51 por cento, e que restam ainda 49 por venda para ser lograda.
O governante garante que o negócio sobre a privatização “é transparente” e que executivo vai dar toda a informação em devido tempo, afirmando que “há um momento para a decisão que cabe ao Governo e um momento para a fiscalização e auditoria, que é do parlamento e das instâncias competentes”.
“A decisão não pode ser feita e tomada em praça pública, a todo o tempo”, elucidou o vice-primeiro-ministro, pedindo “calma e tranquilidade” à oposição, de forma que o processo da privatização seja conduzido com “sucesso, lisura, transparência e responsabilidade no interesse estripe da República, dos cabo-verdianos, e de todas as ilhas de Cabo Verde”.
SR/JMV

Dans la même catégorie