GNA Parliament set to vet President’s nominees GNA COVID-19: Ghana records more than 600 daily infections AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Deux tonnes de ciment et un million pour soutenir la construction de deux mosquées à Tengrela AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Le ministre KKB attendu dimanche dans le village du président Laurent Gbagbo APS UNE ASSOCIATION FRANÇAISE OFFRE DU MATÉRIEL MÉDICAL À L’HÔPITAL RÉGIONAL DE THIÈS APS PRÉSIDENCE DE LA CAF : AUGUSTIN SENGHOR DIT SE PRÉSENTER EN CANDIDAT FAVORI APS DES PARTENARIATS PUBLIC-PRIVÉ NOUÉS À DIOURBEL POUR OFFRIR DES EMPLOIS À 308 JEUNES APS LE SIÈGE DE LA ZONE A DE L’UFOA SERA DÉLOCALISÉ À DAKAR AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Lancement de la deuxième dose de la vitamine A et de déparasitant à Gbéléban AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Le premier préfet du département de Bonon présenté à la population

Governo quer aprofundar relações junto dos organismos das Nações Unidas


  29 Décembre      16        Politique (14353),

   

Cidade da Praia, 29 Dez (Inforpress) – O ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, Luís Filipe Tavares, assegurou hoje que o Governo quer aprofundar as relações de cooperação junto dos organismos das Nações Unidas sediadas em Genebra, Suíça.

A afirmação foi feita na manhã de hoje, na Cidade da Praia, pelo chefe da diplomacia cabo-verdiana durante a tomada de posse da nova embaixadora Clara da Luz Delgado, junto do escritório das Nações Unidas e de outras organizações internacionais.

“Nós queremos aprofundar vários dossiês que temos junto dos organismos das Nações Unidas, como a Organização Mundial da Saúde (OMS) na questão das vacinas, sendo que estamos empenhados para iniciarmos o nosso plano de vacinação,”, apontou o governante, que se mostrou confiante que a mesma irá fazer um “excelente trabalho”.

Segundo o ministro, a Organização Mundial do Comércio, (OMC), a Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI) e Organização Internacional do Trabalho (OIT) são outras parcerias “muito importante” para o País e com as quais o arquipélago pretende reforçar as relações já existentes.

Avançou que Clara da Luz Delgado irá ser também embaixadora de Cabo Verde junto da Confederação Helvética.

“Nos temos vários dossiês em cima da mesa, na área da saúde, segurança social, mas também da diplomacia económica, sendo que queremos ter um acordo para evitarmos a dupla tributação e protecção recíproca de investimentos com confederação Helvética”, referiu realçando que Cabo Verde pretende desenvolver a cooperação também a nível das energias renováveis e negócios em assuntos financeiros.

Luís Filipe Tavares disse que vai convidar o seu homólogo da Confederação Helvética para visitar Cabo Verde e aprofundar as relações bilaterais.

Por seu turno, Clara da Luz Delgado disse assumir essas responsabilidades com “muita humildade” e com “espírito de missão” e de dar o seu melhor na consecução dos objectivos preconizados.

“Eu terei como foco os organismos especializados com o qual Cabo Verde tem uma maior cooperação, ou seja, a OMC, OMPI, OIT e OMS”, referiu, frisando que a ideia é focar nas instituições com os quais o País tem uma cooperação “mais estreita e com resultados palpáveis”.

Clara da Luz Delgado, que neste momento foi acreditado junto dos organismos internacionais e posteriormente da Confederação Helvética, pretende trabalhar na linha da continuidade dos seus antecessores.

“Vou encontrar um caminho percorrido e pretendo aprofundar as relações bilaterais que outrora com a confederação helvética foram muito boas, alguns dossiers que estão em curso entre os dois Governos e procurarei dar uma atenção muito especial a nossa comunidade que ali reside”, apontou.

Por outro lado, disse que a diplomacia económica vai estar presente na sua linha de actuação e com “melhor atenção2.

Clara da Luz Delgado irá substituir Maria Jesus Miranda que se encontra no cargo há três anos.

Dans la même catégorie