NAN IITA inaugurates mobile App to help farmers control weeds ANP Sommet UA 2019: une vaste opération de salubrité au musée national de Niamey parrainée par DR Malika Issoufou ANP La Guinée soutient à la candidature du Président Issoufou Mahamadou à la présidence de la CEDEAO AIB Crise CDP : Eddie Komboïgo propose de ramener le BPN à 600 membres AIB Coupe EGEO: L’équipe féminine L2 et l’équipe masculine L3 s’octroient les trophées ANGOP PR encoraja selecção nacional de futebol ANGOP PR felicita jornalista angolana Luísa Rogério ANGOP CAN2019: Angola entra em acção LINA Making Liberia A New Hub For Ribbed Smoked Sheets Rubber In West Africa LINA At Grand Campaign March: CDC Shows Numerical Strength, Support For Weah Regime

Ilha do Fogo: Comunidade científica e pessoas interessadas passam a acompanhar o ciclo reprodutivo de Gongon em directo


  16 Janvier      56        Science (553),

   

Praia, 16 Jan (Inforpress) – A comunidade científica e as pessoas interessadas passam a poder acompanhar em directo o ciclo reprodutivo de Gongon, a partir de finais de Janeiro, com transmissão em directo, através de uma câmara instalada num dos ninhos na Bordeira.
Esta inovação é fruto do projecto nacional de Conservação de Aves Marinhas em Cabo Verde, Alcyon II, financiado pela Fundação Mava e executado em parceria com as universidades de Barcelona (Espanha) e Coimbra (Portugal) e várias ONG cabo-verdianas. A nível da ilha, um dos parceiros é o projecto Vitó, que trabalha com Gongon.
Herculano Diniz, biólogo, e responsável pelo projecto Vitó, disse à Inforpress que neste momento foi construído uma rede de telecomunicações entre Achada Furna e Bordeira, com instalação de uma câmara para captar todo o processo reprodutivo desta ave.
Adiantou que os equipamentos estão a funcionar em período de teste e que assim que o site for concluído, possivelmente antes do final deste mês, será tornado público para que as pessoas possam acessar e acompanhar em tempo real o ciclo reprodutivo daquela espécie.
A construção de rede e instalação dos equipamentos está orçado em 10 mil euros, sendo que este projecto, implementado em parceria com a Universidade de Barcelona, Espanha, trará duas grandes vantagens, segundo o biólogo.
Uma das vantagens, explica, é a educação ambiental, em que as pessoas passam a dispor de conhecimento sobre o ciclo reprodutivo de Gongon e a segunda vantagem é a nível da comunidade científica que passará a dispor de um meio para estudar o comportamento do animal durante todo o processo reprodutivo, isto é, desde que o Gongon vai para o ninho até o nascimento do filhote.
JR/JMV
Inforpress/Fim

Dans la même catégorie